Cineteatro São Luiz comemora 61 anos com a estreia da Orquestra Contemporânea Brasileira

No dia 26 de março (terça), às 19h, dia em que o equipamento cultural comemora oficialmente seu 61º aniversário, quem estreia no palco do São Luiz, com entrada gratuita, é a Orquestra Contemporânea Brasileira inaugurando a primeira orquestra nacional sediada no nordeste. Formada por músicos profissionais, o grupo se apresenta com formação sinfônica, constituída por 43 músicos que tocam instrumentos de corda, sopro e percussão. Na apresentação inaugural serão interpretadas obras de compositores como Bach, Mozart, Vivaldi e dos brasileiros Chiquinha Gonzaga, Guerra-Peixe e Luiz Gonzaga. O repertório passará por estilos que vão do Barroco à música popular brasileira, marcando uma das características da orquestra que é a combinação de música erudita e popular e a valorização de compositores nacionais.

SÃO LUIZ 61 ANOS

Sala com a maior média de espectadores por sessão de cinema no Brasil, o Cineteatro São Luiz em seu primeiro ciclo de gestão desde sua reabertura pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (maio de 2015 a dezembro de 2018) recebeu 602.437 espectadores em 2.667 atividades, chegando a média diária de 450 espectadores. Sendo capaz de abrigar, em alta performance, diversas linguagens artísticas em seus “seis palcos”, o equipamento rebatizado de Cineteatro chega em março de 2019 aos 61 anos em plena atividade. Para comemorar a data, até o final do mês (março) serão ofertados espetáculos musicais, teatrais, de dança, musical e a estreia da Orquestra Contemporânea Brasileira; os eventos são gratuitos e a preços populares.

ORQUESTRA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

A Orquestra Contemporânea Brasileira é uma ação cultural do Sinfonia.br – Sistema Brasileiro de Bandas e Orquestras em parceria com a Associação dos Amigos da Arte – AAMARTE. A Temporada 2019 prevê 20 concertos no São Luiz e em cidades do interior do Ceará.

A orquestra se apresenta com formação sinfônica (43 músicos incluindo instrumentos de cordas, sopros e percussão) e também  com formação de câmara (14 a 28 músicos), dependendo do repertório escolhido para cada concerto. O grupo conta com um programa de educação musical e incentivo à formação de novos talentos.

A OCB tem a direção artística do maestro Arley França, natural de Fortaleza, Doutor em Educação, Mestre em Música e Licenciado em Música, fundador da Orquestra de Sopros de Pindoretama.  O maestro já fundou mais de 40 bandas e orquestras infantojuvenis no Ceará e dirigiu concertos na Alemanha e Noruega. Orientou-se em regência em cursos realizados na Inglaterra, Itália e Estados Unidos. Integra o projeto Orquestrando o Brasil do maestro João Carlos Martins. Em novembro do ano passado dirigiu a convite do maestro João Carlos Martins a Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP no Theatro Municipal de São Paulo.

SERVIÇO

Evento: [Concerto] Orquestra Contemporânea Brasileira
Data: 26/03/2019 às 19h
Ingressos: Entrada gratuita (retirada dos ingressos a partir das 18h na bilheteria do equipamento)
Classificação indicativa: Livre | Duração: 60 min
Local: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro) – Palco do Cineteatro