Curta Mais Dança recebe o espetáculo “N’otro Corpo” com o intérprete João Paulo Lima e direção de Alda Pessoa

O espetáculo ocorre em sessão única no Cineteatro São Luiz e tem entrada limitadas.

Um ensaio sobre as possibilidades do corpo. O que nos constitui corpo, sujeitos de nós mesmos e de nossos movimentos? No dia 25 de maio (sábado), às 19h, o Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), recebe o espetáculo “N’otro Corpo” com o intérprete João paulo Lima e direção de Alda Pessoa. No palco, eles apresentam uma dança que reage, resiste e empodera. O evento faz parte da faixa de programação “Curta Mais Dança”, ocorre de forma mais intimista (onde público e artista são acomodados no palco) para até 50 pessoas e já está com ingressos à venda nos valores: R$10 (meia) e R$20 (inteira).

João Paulo Lima constrói um discurso sobre seu próprio corpo, sua história-memória-corpo que aos 13 anos sofreu uma amputação do membro inferior direito. Os fragmentos de narrativas sobre as exigências feitas a sua re-“adaptação”, às ausências impostas, a falta, a lacuna. O corpo social agora exige-o: por que não uma prótese?; por que não correr com duas pernas? A hegemonização do corpo ratificada pelas plásticas, pela robótica, pela indústria cosmética, pela mídia normativa, o corpo sem a falta ou sem o excesso.

Assim surge uma partitura de ações e movimentos que o dançarino encara, arrisca e atropela, refazendo suas experiências passadas. Agora, empoderado de suas muletas, ele recria sua infância, acopla sua prótese em qualquer parte do corpo, põe ou retira todas as máscaras postas e impostas. O que dizer de uma dança que pode nascer “do corpo sem o sentido da falta” , como afirma Gonçalo M. Tavares.

A diretora Alda Pessoa exercita sua percepção e afina a questão das diferenças físicas. Junto ao dançarino, ela extrai o lúdico, o grotesco e o erótico. Nesse diálogo, João Paulo Lima e Alda Pessoa processam as ideias e elaboram uma dança que invade os olhares para poder lançar perguntas: Que corpo temos? Que corpo podemos ter?

O intérprete

João Paulo Lima é doutorando em dança pela Universidade de Lisboa. Professor do Curso de Licenciatura em teatro da UFC. Desde 2007 se dedica à composição de processos em dança- teatro e literatura.

A direção

Alda Pessoa é formada em Dança pela UNICAMP e em Teatro pela Escola Martins Pena (RJ). Há 15 anos, elabora, participa e colabora em peças e performances de dança em Fortaleza, São Paulo e Rio de Janeiro.

SERVIÇO

Evento: N’otro Corpo – com o intérprete João Paulo Lima e direção de Alda Pessoa
Data: 25/05/2019
Horário: 19h
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Local: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro)