Linguagens e Faixas de programação

Este é um convite para uma aventura cultural e estética, capaz de possibilitar sonhos e felicidades coletivas. Cinema, dança, teatro, música, circo, sessão sonora (cinema + show), culturas tradicionais e artes integradas são algumas das múltiplas possibilidades culturais que o Cineteatro São Luiz Fortaleza, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), oferece.

Aberto de terça-feira a domingo, o Cineteatro se firma como espaço plural e democrático, aberto à diversidade cultural.

Shows

Muitos shows inesquecíveis aconteceram no palco do São Luiz. Tais como: Elza Soares, Chico César, Maria Gadú, Fagner, Zeca Baleiro, Paulinho Moska, Ângela Maria, Johnny Hooker, Amelinha, Marcelo Jeneci, Liniker, Artur Menezes, Jessier Quirino, Nando Reis, Margareth Menezes, Odair José, Vander Lee, Gero Camilo, entre tantos outros.

Cinema

Nesse período foram lançados, exibidos e reexibidos centenas de filmes de curta, média e longa duração de mais de 40 países, com os filmes brasileiros ocupando 43% da grade da programação, com destaque para as obras cearenses. As sessões de cinema, desde a reabertura do equipamento, foram responsáveis pela atração de um público aproximado de 250 mil espectadores (até janeiro de 2018), distribuídos entre as seguintes faixas de programação:

Exibição de clássicos do cinema nacional e internacional que marcaram época no cinema, aliando qualidade cultural com capacidade de atração de público (Ex.: E o Vento Levou, de Victor Fleming; O Grande Ditador, de Charles Chaplin; Solaris, de Andrei Tarkovoski, etc.);

Mostras de filmes que contemplem a trajetória artística de diretores, atores, roteiristas (etc.), de relevância estética e histórica para o cinema mundial (Ex.: Mostra Perfil de Cinema — Stanley Kubrick; Mostra Perfil de Cinema — Daniel Day-Lewis, etc.);

Exibição de filmes do mesmo gênero cinematográfico (Ex.: Mostra Gêneros do Cinema — Terror; Mostra Gêneros do Cinema — Western; Mostra Gêneros do Cinema — Ficção Científica, etc.);

Sessões sequenciadas de filmes da mesma franquia ou tematicamente correlatos (Ex.: Maratona Star Wars; Maratona Harry Potter; Maratona Toy Story, etc.);

Programação realizada em parceria com eventos nacionais e internacionais de cinema (Ex.: Cine Ceará — Festival Ibero-americano de Cinema, Festival Varilux de Cinema Francês, Mostra Mosfilm de Cinema Russo, Mostra de Filmes Búlgaros Contemporâneos, etc.) e empresas distribuidoras de obras audiovisuais (Ex.: Mostra Zeta Filmes, Mostra Vitrine Filmes, Mostra Lume Filmes, etc.). Além de estreias e lançamentos no circuito exibidor brasileiro (Ex.: Janis: Little Girl Blue, de Amy Berg; Noite, de Paula Gaítan; Tudo o que aprendemos juntos, de Sérgio Machado; Imagens do Estado Novo: 1937–45, de Eduardo Escorel, etc).

Programação gratuita de cinema realizada nos meses de janeiro e julho e voltada prioritariamente para o público infanto-juvenil. O Férias no São Luiz do mês de Julho de 2017 contou com 48 sessões de cinema voltado ao público infanto juvenil, totalizando um público de 26.917 espectadores — número recorde para o mês desde a reabertura do equipamento.

Faixa de programação com exibições de premiados filmes de curta-metragem brasileiros nos gêneros ficção, animação e documentário, com temáticas diversas e focado no público infantojuvenil, em especial os alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior.

O Escola no Cinema teve início em outubro de 2015, funcionando durante 2 meses em 2015 e, desde então, 4 meses a cada semestre, totalizando até hoje 14 meses de exibições, com um público de mais de 60 mil crianças e adolescentes oriundos de mais de 400 instituições escolares, parte delas situadas em 10 municípios cearenses.

Desse público infantojuvenil, 70% nunca havia ido em um cinema, e 95% nunca havia ido ao Cineteatro São Luiz.

2015: 30 edições — público 10.312

2016: 78 edições — público 22.707

2017: 93 edições — público 39.738

Total: 213 edições — público 72.757

Nova faixa de programação que tem como objetivo oferecer exibições de filmes em terceira dimensão de forma gratuita e continuada. A iniciativa é inédita em termos de programação de cinema nos equipamentos públicos não só do Estado do Ceará, mas em grande parte o Brasil.

Sessão Sonora

Grande sucesso de público no São Luiz, prevê apresentações de cinema com shows musicais. Dentre as sessões sonoras que ficaram no imaginário de quem passou por aqui: “Tributo a Dominguinhos — Causos e Cantos”, homenagem aos 75 anos de Dominguinhos, que contou com a exibição do filme “Dominguinhos”, de Mariana Aydar, Eduardo Nazarian e Joaquim Castro, e show de Waldonys e Adelson Viana”; Tributo a Elis Regina”, com exibição do filme “Elis”, de Hugo Prata e show “Saudades de Elis”, de Tunai e Wagner Tiso; Estreia nacional do filme “Noite”, de Paula Gaítan (viúva do cineasta Glauber Rocha), seguido de show de Ava Rocha (filha de Glauber Rocha e Paula Gaítan).

Curta São Luiz

O Projeto Curta São Luiz tem como objetivo dialogar com os transeuntes da Praça do Ferreira, local onde passa diariamente cerca de 200 mil pessoas. O projeto ocorre as quartas-feiras, às 12h30, e perpassa diversas linguagens e gêneros, sendo um espaço para apresentações de novos artistas da cidade e culturas tradicionais.

Curta Mais Teatro

Programa de formação de plateia que tem como perspectiva a apresentação de espetáculos de teatro de alta qualidade artística e técnica para o público em geral. O programa busca atender também alunos de escolas públicas com apresentações de espetáculos com demonstração técnica e exposição do processo criativo do grupo a se apresentar, tendo como objetivo a formação de público. Já passaram no palco do Cineteatro grupos locais e regionais como Bagaceira, Vagabundos, As Travestidas e Uma de Duas. Isso, sem falar em peças nacionais, como “Os Pássaros de Copacabana”, de Gil Vicente Tavares.

Musical

Compondo a programação de musicais, o São Luiz já recebeu espetáculos de circulação nacional como “Raia 30 — O Musical”, “Cássia Eller — O Musical” e “ Musical Mamonas”, sobre o grupo Mamonas Assassinas.

Circo

Malabarismos, acrobacias, monociclos, contorcionismo, equilibrismo, ilusionismo e palhaçaria. A arte circense também está presente na programação do Cineteatro São Luiz.

Dança

Palco de diferentes apresentações de dança, o São Luiz recebe festivais, bienais e competições dessa modalidade.

Humor

Berço de talentos humorísticos como Chico Anysio e Renato Aragão, o Cineteatro São Luiz resgata as raízes do humor com diversos tipos de apresentações, dando destaque aos Stand Up.

São Luiz Solidário

Faixa de programação do Cineteatro tem como objetivo realizar um show beneficente por semestre, em prol de Associações Beneficentes do Estado do Ceará.

Literatura

A linguagem “literatura” também ganha espaço na Casa, onde já foram realizados eventos na área e lançamentos de livro, como “Travestis: Carne, tinta e papel”, do historiador Elias Ferreira Vera.

Foto: Marina Cavalcante