São Luiz completa cinco anos de reabertura com lançamento de novos produtos

Atualizado: Jun 2

Visita Guiada online com vídeos em 360º e os projetos São Luiz Itinerante e Sons do Ceará podem ser acessados, a partir do dia 26 de maio, direto no novo site do equipamento. Semana do Audiovisual Cearense também ganha versão online com estreia para esta quinta-feira (28).


Em 2020, o São Luiz que se reinventou no tempo, de Cine para Cineteatro, celebra no dia 26 de maio cinco anos de reabertura. Em um momento de pandemia mundial o equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) continua sendo reinventado pela arte, pelos artistas e pelo público.


De acordo com Rachel Gadelha, Diretora do Cineteatro São Luiz, os espaços de encontro com a cultura e com a arte estão diante do desafio de dar respiro às diferentes formas de alimentar os diversos olhares e vozes que preenchem suas plateias e seus palcos. Neste aspecto, Rachel afirma: “Nesta missão de ser lugar de memória e reinvenção ao mesmo tempo, o Cineteatro São Luiz está vivo e quer se conectar com artistas e público por meio das telas, como já fez milhares de vezes. Agora, o encontro não será em uma das poltronas vermelhas da Rua Major Facundo, 500 (ou Praça do Ferreira). A projeção não será naquela grande lona de 13 m x 7 m. Em 2020, o público conhecerá uma nova ‘caixinha’ de ideias. Um novo lugar para se sentir dentro do Cineteatro São Luiz, para estar em casa, para se emocionar, para viver arte e cultura.”


A “caixinha de ideias”, como se refere a Diretora, é o novo site do equipamento (este mesmo que você está navegando), que agora passa a abrigar as programações de forma virtual. No dia 26 de maio, estreiam dois projetos: “Visita Guiada online com vídeos em 360º” e “São Luiz Itinerante”. No site, também é possível acessar o “Sons do Ceará”. Novidades no campo audiovisual já tem data prevista para estreia, uma delas é a Mostra do Audiovisual Cearense, que tem início na quinta-feira (28), às 20h, com o filme “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro”, de Helder Martins de Moraes.


O Cineteatro, assim como outros equipamentos da Secult, tem feito curadoria nos projetos selecionados no edital “Cultura Dendicasa: Arte de Casa para o Mundo”. Muitos deles farão parte da programação online do equipamento a partir desta semana.


Além dessas, muitas outras possibilidades de levar cultura para a casa estão sendo estruturadas.


Também no dia 26 de maio será lançado uma novidade, destinada aos artistas da cidade, se trata do “Arte em Rede”, uma convocatória para seleção de projetos em formato digital. Com um investimento de R$210 mil, a iniciativa pioneira da Secult e dos equipamentos Cineteatro São Luiz, Theatro José de Alencar, Casa de Saberes Cego Aderaldo, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e Porto Dragão, irá integrar e potencializar as programações online desses equipamentos. O período de inscrição é de 26 de maio a 5 de junho de 2020 e mais informações estão disponíveis no site da Secult: www.secult.ce.gov.br.



Visita Guiada online

No projeto de Visita Guiada, disponível gratuitamente no site do Cineteatro, o público é convidado a embarcar na história do São Luiz. Para isso, aspectos históricos dos cinemas de Fortaleza são descritos, assim como a trajetória do fundador do Cine: Luiz Severiano Ribeiro. O formato de linha do tempo traz ilustrações, cronologia e curiosidades do período, até chegar na atualidade. Aqui, o público é convidado a adentrar os espaços do equipamento, do Foyer ao Palco, através de vídeos gravados em 360º. A visita online finaliza como a presencial, com convite para conferir um documentário sobre as atividades do Cineteatro ao longo dos últimos anos (desde sua reabertura).




São Luiz Itinerante

O projeto “São Luiz Itinerante” visa promover o audiovisual cearense e brasileiro ao tempo em que contribui para o estabelecimento de uma rede de difusão estadual em espaços não-comerciais, atendendo escolas e universidades públicas e privadas, cineclubes, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior.


A iniciativa disponibilizará, gratuitamente, videoclipes de artistas e bandas cearenses, além de filmes de longa, média e curta duração cearenses e brasileiros nos gêneros ficção, animação e documentário, com ampla diversidade de temas e com possibilidades de uso em diferentes contextos e espaços não-comerciais de exibição, em especial as salas de aula, que poderão contar com material adicional onde constarão dados sobre as obras, autores e profissionais envolvidos, além de sugestões de abordagem e indicativos de utilização didático-pedagógica.


Para se inscrever no Projeto São Luiz Itinerante, a instituição (ou seu representante) deve preencher o Formulário de Inscrição, disponibilizado neste link.

Posteriormente a equipe de produção do Cineteatro São Luiz entrará em contato para confirmar os dados, disponibilizar a relação dos conteúdos ofertados, o termo de compromisso e estabelecer, em comum acordo com a instituição, o calendário de atividades.


Semana do Audiovisual Cearense

Nesta quinta-feira (28), às 20h, o Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, faz a estreia online de mais uma das suas faixas de programação, é a Semana do Audiovisual Cearense. O primeiro filme a ir ao ar, no site e no canal do youtube do equipamento, é “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro”, de Helder Martins de Moraes, marco na história do cinema local e cuja avant-première aconteceu no dia 7 de março de 1976, em sessão lotada no Cine São Luiz. No total serão disponibilizados 10 títulos, um a cada semana (sempre às quintas-feiras), sendo 5 longas, 2 médias e 3 curtas.


Constituindo-se como um espaço privilegiado para lançamentos de filmes, editais de fomento, mostras retrospectivas e debates em torno do cinema feito no Estado, a Semana do Audiovisual Cearense teve sua primeira edição no Cineteatro São Luiz em 2015 e, ano após ano, vem consolidando sua programação tendo por referência o Dia do Audiovisual Cearense, 15 de outubro, data em que foi exibido o primeiro filme feito por um realizador natural do Estado, Adhemar Albuquerque, em 1924.


Sons do Ceará

Nessa nova fase do projeto, online, já foram exibidos 25 videoclipes de artistas e realizadores cearenses. A playlist completa pode ser conferida no canal do Youtube e no site do Cineteatro. Nesta sexta-feira (29), o São Luiz dá início a mais uma onda de exibições do projeto online, com 15 videoclipes e datas já marcadas para exibição.

O “Sons do Ceará” existe desde 2016 e consiste na exibição de videoclipes de artistas e realizadores cearenses na tela de cinema do Cineteatro São Luiz, e em suas plataformas digitais (como tem sido desde março), tendo sido visto por mais de 300 mil pessoas em um único ano.


A iniciativa tem como objetivo divulgar não só o trabalho de jovens e veteranos talentos da música feita no Ceará, mas também o trabalho dos realizadores que se dedicam a esse tipo de produção audiovisual.

A chamada é pública, online e continuada. Os interessados podem se inscrever através deste formulário. O videoclipe deve possuir uma resolução mínima de 720 pixels, podendo ser disponibilizados através de serviços de armazenamento virtual (Google Drive, Dropbox, OneDrive, Mega, etc) ou por meio de plataformas de streaming (YouTube, Vímeo, etc.).


História

Em 26 de março de 1958, o empresário cearense Luiz Severiano Ribeiro inaugurou aquele que foi considerado por muitos e pelo próprio Severiano a joia da coroa do seu circuito exibidor, então o maior do Brasil: o Cinema São Luiz. Sucesso absoluto desde seu momento inaugural, o Cinema São Luiz foi, durante os anos que se seguiram a sua inauguração, a estrela maior da sétima arte no Ceará e espaço simbólico e efetivo de contato com a arte para gerações de cearenses


Já no século XXI, ostentando a condição de único remanescente de uma era de ouro dos cinemas de rua em Fortaleza, o Cinema São Luiz - tombado como patrimônio histórico e cultural estadual em 1991 - após uma negociação que visava não só a preservação física, mas também a manutenção das atividades culturais, foi adquirido pelo Governo do Estado do Grupo Luiz Severiano, tornando-o um bem público e instituição cultural vinculada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.


Após uma grande reforma, um restauro de fôlego e uma modernização de ponta em seus equipamentos de projeção, luz, som e mobiliário, o São Luiz foi reinaugurado em dezembro de 2014, recuperando seu projeto original de ser uma casa de cinema e de espetáculos. Em maio de 2015, passou a oferecer programação cultural para os cearenses, marcando, a partir daí, uma nova fase na história da cultura cearense.


programação completa 26 a 31/05


26/05 (Terça-feira)

Cineteatro São Luiz completa cinco anos de reabertura com lançamento de novos produtos: Visita Guiada online e São Luiz Itinerante


28/05 (Quinta-feira)

20h - Cineteatro São Luiz lança online sua faixa de programação “Semana do Audiovisual Cearense”

Exibição do filme “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro” - no site do Cineteatro e no seu canal do youtube

Direção de Helder Martins | Ficção | Brasil | 1975 | 1h58

Sinopse: A primeira metade da vida e da obra religiosa da figura polêmica e excêntrica de Cícero Romão Batista, mais conhecido como Padre Cícero, um padre que sempre exerceu suas funções às margens das diretrizes da Igreja Católica, tornando-se um personagem político influente e um líder religioso fervorosamente adorado por milhões de fiéis até os dias de hoje.


29/05 (Sexta-feira)

21h - [Sons do Ceará] Videoclipe “Chichê” da banda Cães de Caça

Remanescentes da Inflame, banda conhecida no cenário independente da música cearense, a “Cães de Caça” surge como uma nova proposta autoral, atualizada e cheia de energia, apostando num som que passeia entre o Hard Rock e o Alternativo como forma de abarcar as múltiplas influências que os integrantes trazem na bagagem.

Composta por Edmundo Rodriguez (Vocal), Junior Oliveira (Guitarra), Alisson Pontes (Baixo) e Alexandre Lucas (Bateria), a banda, agora reestruturada, conta com músicos que viveram um período extremamente fértil no campo musical cearense, participando de diversos festivais e eventos (Rock até os Ossos, Mostra de Música Petrúcio Maia, Feira da Música, Rock Cordel, Bomja Rocks, Panela Rock, Ponto CE), incluindo a turnê do Movimento Autoral Cearense - MOVA-CE - além de, enquanto Inflame, terem lançado o EP ‘Gasolina’ em 2011 e seu primeiro disco full, autointitulado, em 2013, ambos com ótima aceitação.

Em 2016 se recolhem para a composição e gravação de um novo trabalho, onde as produções, independentes, buscam maior maturidade musical e uma proposta peculiar de som, que mescla influências de diversas vertentes que vão do rock´n roll à música brasileira.

O videoclipe da faixa “Clichê” foi lançado em 2018, com direção, filmagem, iluminação e edição da Screen Filmes, com ilustrações de Tiago Oliverin.


31/05 (Domingo)

[Sons do Ceará ] Videoclipe “Vai Não, Vai Lá” da banda Colorida


Formada por Jéssica Cisne (vocal), Laídia Evangelista (sopros), Rodrigo Brasil (guitarrista), João Marcos (baixo), Gegê Teófilo (bateria) e George Frederick (Teclado/Sintetizadores), a banda sobralense Colorida revela, em suas próprias palavras: “uma nova força feminina, com discurso próprio e potente, trazendo ao palco uma pegada pop nervosa, dançante e estranhamente singular.”

A faixa “Vai Não, Vai Lá”, composição de Jéssica Cisne, é descrita pela banda como “Uma sensação musicada, um ‘Deixa Pra Lá’ renovado, nordestino, total legalize, flower power anos 2000”, e o videoclipe contou com as participações de Daniel Groove, Paulo Sídnei Luz e Zeca Filho.





CINETEATRO SÃO LUIZ
Rua Major Facundo, 500 - Centro | Fortaleza - Ceará |  CEP: 60025-100

Bilheteria: (85) 3252.4138
De Terça a Sábado – 10h às 18h30

© 2020 – Cineteatro São Luiz |  Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Ascom Cineteatro São Luiz

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Telegram
  • Whatsapp