Cineteatro São Luiz, em parceria com a Vila das Artes, exibe filmes em homenagem à Fortaleza

A programação estreia pelo site e canal de YouTube do Cineteatro, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), nos dias 15, 22 e 29 de abril, sempre às 20h, e integra a faixa de programação “Semana do Audiovisual Cearense”. A parceria com a Vila das Artes traz cinco Mostras com temáticas ligadas à cidade e com filmes realizados pela Vila das Artes, através de edital público da Secretaria da Cultura do Município de Fortaleza. As temáticas são as seguintes: “Fortalezas” com estreia no dia 15; “Fortaleza 24h” e “Se Essa Rua Fosse Minha” com estreia no dia 22; e “Fortaleza em Todos os Sentidos” e "Fortaleza em Sol Maior” no dia 29.

A programação tem início com “Fortalezas”, que traz doze histórias baseadas em fatos reais de personagens e lugares cujas singularidades se configuram em formas criativas de reinvenção da vida, do cotidiano e da cidade. São eles: “Seu Vavá e a paixão pela sétima arte”, de Iasmim Matos; “Ibioara”, de Pedro Fernandes, Francisco Alexandre, Carlos Irlando, Thaís Monteiro e Leonardo Sá; “Comunidade Sabiaguaba”, de Ítalo Rodrigues; “Calçadas”, de Beatriz Jucá; “Entre Trânsitos”, de Leonardo Ferreira; “Até Onze e Meia”, de Mauro Ramos e Andressa Back; “Um Lord Abandonado”, de Tiago Pereira; “Alcides” de Ribamar Neto; “Dona Creusa… São Sebastião”, de Marcelo Brasileiro; “Carros”, de Ricardo Salmito; “Um Tal Bobby Tal, de José Meneleu Neto e Lília Moema; e “Titãs”, de Daniele Amaral.

No dia 22, serão exibidas duas mostras: “Fortaleza 24h” e “Se Essa Rua Fosse Minha”. A primeira traz Fortaleza como protagonista, os vídeos foram produzidos com a finalidade de comemorar os, então, 282 anos da cidade. 24 realizadores captaram uma cena do cotidiano em cada hora do dia: “Fortaleza no meio da noite”, de Luiziane Lins; “Catadores”, de Tarcísio Tavares; “Fortalezas”, de Projeto Balbucio; “Minuto(s) de solidão enquanto ela dorme”, de Leonardo Ferreira; “Feira”, de Valentino Kmentt; “Sol de cada dia” de Marco Rudolf; “Passeio” de Beatriz Furtado; “No quintal do meu mar”, de Janaina de Paula; “Encontro e despedidas”, de Beto Gaudêncio; “Roupas no Varal”, de Victor Furtado; “Passagem”, de Beatriz Jucá, Daniel Bandeira e Darwin Marinho; “Festa”, de Simone Lima; “É hora do almoço!”, de Marina Mapurunga; “No balanço da rede”, de Marcelo Brasileiro; “Grãos”, de LG de Miranda Leão; “Cela 7”, de Maura Angélica Dutra Girão; “Geração 100 lembranças”, de Alex Fedox; “Terminal”, de Julia F. Braga; “Fortaleza Iluminada”, de Candice Machado; “Faróis”, de Diego Akel; “Racha”, de Gracielly Dias; “Arquivo Nirez”, de Nirez; “2(8)2h”, de Gilmar de Carvalho e Francisco Sousa; e “Parangaba Mucuripe”, de Clóvis Markan.


“Se Essa Rua Fosse Minha” conta histórias que se passam pelas ruas de Fortaleza pelo olhar dos moradores da cidade. As histórias são fragmentos do cotidiano que vão revelando fatos, caminhos e inquietações, mesclando ficção e realidade. Seis filmes compõem a Mostra: “Uma rua sobre o mar”, de Tiago Pedro; “Cem rumos”, de Victor Costa Lopes; “24 horas na vida da rua Peru”, de Daniel Ximenes; “Maria da Glória”, de Diego Akel; “Alípio”, de Rodrigo Fernandes; “Seguindo a linha do trem”, de Iasmin Matos.

A programação encerra no dia 29 de abril com as Mostras: “Fortaleza em Todos os Sentidos” e “Fortaleza em Sol Maior”. A primeira apresenta em imagem a cidade que é lugar de afeto, de trocas e de saberes. Traz histórias sobre Fortaleza através dos cinco sentidos: tato, olfato, visão audição e paladar. O vídeo foi realizado por cinco realizadores que tiveram suas histórias selecionadas: “Feira dos Abraços”, de Geovana Nunes; “Além dos Sentidos”, de Alex Silver; “Cheiro da Cidade”, de Israel Branco; “Terra do Sol”, de Dayse Barreto; e “Riozinho”, de Roger Pires.


“Fortaleza em Sol Maior” homenageia a cidade com histórias inspiradas em obras de compositores cearenses. Sete obras inspiradas nas canções de Lauro Maia, Rodger Rogério, Uirá dos Reis, Luiz Sérgio, Fabrício da Rocha, Leite Neto, Wagner José Silva de Castro e Leonardo Adriano Freire Júnior. Os filmes são: “Chega, chega, chegadinho”, de Célia Gurgel; “Samba do Lago”, de Chico Alencar; “Bicicleta”, de Ari Areia e Tavares Neto; “Menino de Rua”, de Marina Morais; “Samples de Odiamor”, de Leonardo Mouramateus; “Curta Metragem”, de Ítalo Nobrega; e “Aqui Jazz Você”, de Gustavo Mineiro.


Serviço


➜ Onde: no site https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/semana-do-audiovisual-cearense e canal no YouTube do Cineteatro http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza


Dia 15/04 (quinta)


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Fortalezas”

Direção: Coletiva | Ceará, Brasil | 2009 | 57’


Dia 22/04 (quinta)


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Fortaleza 24h”/ “Se Essa Rua Fosse Minha”


Fortaleza 24h

Direção: Coletiva | Ceará, Brasil | 2008 | 29’


Se Essa Rua Fosse Minha

Direção: Coletiva | Ceará, Brasil | 2010 | 35’


Dia 29/04 (quinta)


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Fortaleza em Todos os Sentidos” / “Fortaleza em Sol Maior”


Fortaleza em Todos os Sentidos

Direção: Coletiva | Ceará, Brasil | 2011 | 27’


Fortaleza em Sol Maior

Direção: Coletiva | Ceará, Brasil | 2012 | 35’