Cineteatro São Luiz estreia nova faixa de programação: Primeira Versão

Atualizado: Abr 25

O projeto nasce com o intuito de ser um espaço de encontro e provocações entre artistas, um palco virtual onde dramaturgos e atores se encontram por meio da leitura dramática de um texto ainda inédito. A estreia da nova faixa de programação do Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), ocorre no dia 25 de abril, às 18h, com o texto “Dicas da Pri”, de Edilberto Mendes, com interpretação (em montagem virtual) de Fabíola Líper. A leitura será seguida de uma bate-papo entre a atriz e o dramaturgo sobre o texto apresentado e o processo de montagem da leitura dramática e mediado por Selma Santiago. Toda a programação pode ser conferida através do site e canal de YouTube do Cineteatro.

Em “Dicas da Pri” - texto livremente inspirado em “Os Malefícios do Tabaco”, de Anton Tchekhov -, a personagem, Pri, se prepara para sua live de estreia em sua página no Instagram. Excitadíssima, ao mesmo tempo em que fala, ela ajusta a posição do notebook de modo a obter o melhor enquadramento, afasta móveis que não quer que apareçam, retira objetos, inclui objetos, faz uma maquiagem discreta, confere a blusa, arruma o cabelo, acende incenso, consulta dados sobre tabagismo feminino, tema da live, sempre enxotando a mãe, com quem está falando, para que esta não apareça no quadro.

Edilberto Mendes é jornalista (UFC) e Mestre em Artes Cênicas (UFRN). Dramaturgo formado pelo Instituto Dragão Do Mar, é autor de A Rebelião Dos Anjos (Editora Senac / M11, 2004), As Quatro Operações, (Les Éditions De La Gare, 2005), entre outras peças. É membro fundador do Grupo Peripécias de Estudos em Dramaturgia. Em 2003, participou da 15ª Residência Para Dramaturgos Do Royal Court Theatre, em Londres. Tem experiência com teatro em comunidades na periferia de Fortaleza. Dirigiu o espetáculo De Braços Cruzados (2006), com texto de Emmanuel Nogueira. Atualmente, é Coordenador de Formação no Porto Iracema Das Artes.

Fabíola Líper é atriz, dramaturga e cantora, com atuação desde 1981 nos três segmentos. Em 1990 realizou o Curso de Arte Dramática da UFC-CE (1990). Em 1991, em parceria com Sandra Albano, escreveu e atuou em “Don Gioachim”, sátira à ópera Don Giovanni, dirigida por Artur Guedes e que obteve sucesso de público e grande repercussão na mídia local. Em 1992 atuou em “Valsa número seis”, de Nelson Rodrigues. No mesmo ano, em nova parceria com Sandra Albano e Renato Severo, escreve e atua em “Você decide, aqui e agora”, sátira aos programas televisivos "Você decide” e “Aqui, agora”. Em 1996 entra para o Colégio de Dramaturgia, do Instituto Dragão do Mar. Como conclusão de curso escreve, sob orientação de Ricardo Guilherme, a comédia “Dois Por Dois”. Em 2000 monta o referido espetáculo com Robério Diógenes. O sucesso do espetáculo rendeu a Fabíola o prêmio de Melhor Atriz (Mostra Sesc-Cariri 2000) e Melhor Texto (XVII Festival de Guamariranga 2000 e I Festival Nacional de Teatro de Natal). A mais recente atuação no teatro foi em 2018 e 2019, na remontagem da comédia Geração Trianon, de Ana Maria Nunes, com direção de Pedro Domingues. No cinema atuou em “Mulher Biônica”, de Armando Praça (2007), “Homens com cheiro de flor”, de Joe Pimentel (2010), “Greta” (2018) e Hotel Fortaleza (2019), de Armando Praça, e em Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles (2018).


Selma Santiago é Gestora Cultural com Mestrado em Gestão Cultural (Univ. de Barcelona) e Espec. em Gestão de Produtos e Serviços Culturais (UECE), Pesquisadora, Docente e Consultora em Políticas Culturais, Gestão de Organizações e Equipamentos Culturais e Economia Criativa. Atriz, Dramaturga e Diretora Teatral da Cia. de Teatro Que História é Essa?. Foi Diretora Geral do Theatro José de Alencar, Consultora/Pesquisadora da UNESCO, Coord. do Programa de Formação para Competências Criativas e do Programa Microprojetos Mais Cultura do MINC, do Projeto Secult Itinerante e Secult nos Bairros da Secult/CE, do Programa de Teatro do Centro Dragão do Mar, do Programa de Formação em Gestão Cultural do Instituto Dragão do Mar e Presidente da Federação Estadual de Teatro Amador do Ceará - FESTA. Coordenou e ministrou cursos de Gestão Cultural e Economia Criativa na Univ. Nacional de Brasília, Univ. Federal do Pará, Univ. Regional do Cariri, Univ. Federal do Ceará, Faculdades São Luís, dentre outras. Integra o Coletivo Peripécias de Dramaturgia e desenvolve estudos e atividades que unem cultura, desenvolvimento e economia criativa brasileira junto a Instituições governamentais, não governamentais e movimentos culturais.


Serviço



Dia 25/04 (domingo)

Onde: no site www.cineteatrosaoluiz.com.br e canal de Youtube do Cineteatro São Luiz https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza


Às 18h - [Primeira Versão] “Dicas da Pri”, de Edilberto Mendes, e interpretação de Fabíola Líper

Duração: 30 minutos


Às 18h30 - [Live] Bate-papo com Fabíola Líper e Edilberto Mendes