top of page

Musical "A Cor Púrpura" se apresenta no Cineteatro em turnê pelo Nordeste

Em março, o espetáculo musical “A Cor Púrpura” chega ao Cineteatro São Luiz, equipamento público da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ce) gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Baseado no livro de Alice Walker, ganhador do Prêmio Pulitzer, e no filme de Steven Spielberg, a montagem conta a história de uma mulher negra no sul dos Estados Unidos no início do século XX. Os ingressos estão à venda para as cinco sessões, que vão do dia 16 ao 19 de março,



A Cor Púrpura – O Musical, apresentado pelo Ministério da Cultura e pela Bradesco Seguros, iniciou sua temporada em setembro de 2019, fazendo um imenso sucesso de público e crítica, recebendo mais de 100 prêmios. O espetáculo tem direção de Tadeu Aguiar e versão brasileira de Artur Xexéo.

O espetáculo retrata a trajetória de uma mulher que busca descobrir sua voz no mundo. Por trás da história de Celie, há uma crítica ao poder dado ao homem em uma sociedade que ainda luta por igualdade entre gêneros, etnias e classes sociais. A autora do romance, Alice Walker, foi a primeira escritora negra a ganhar o Pulitzer por “Cor Púrpura”, que continua contemporâneo ao retratar relações humanas, de amor, poder e ódio. Lançada em 1982, a obra foi adaptada para o cinema em 1985 por Steven Spielberg, recebendo 11 indicações ao Oscar.


Com um elenco em sua maioria escolhido por meio de testes, o musical apresenta a trajetória e luta de Celie (Amanda Vicente) contra as adversidades impostas pela vida a uma mulher negra, na Geórgia, no decorrer da primeira metade do século XX. Na adolescência, a personagem tem dois filhos de seu suposto pai (Jorge Maya), que a oferece a um fazendeiro local para criar seus herdeiros (entre eles, Harpho – Caio Giovani), lavar, passar e trabalhar sem remuneração. Ela é tirada à força do convívio de sua irmã caçula Nettie (Lola Borges) e passa a morar com o marido Mister (Wladimir Pinheiro). Enquanto Celie resigna-se ao sofrimento, Sofia (Érika Afonso) e Shug (Flávia Santana) entram em cena, mostrando que há possibilidade de mudanças e novas perspectivas, esperança e até prazer. A saga de Celie é permeada por questões sociais de extrema relevância até os dias atuais como a desigualdade, abuso de poder, racismo, machismo, sexismo e a violência contra a mulher. Completam o elenco: Majú Tabajiba (Squeak); Suzana Santana (Jarene); Hannah Lima (Doris); Cláudia Noemi (Darlene); André Sigom (Grady – Soldado - Ensemble); Leandro Vieira (Chefe da Tribo Olinka Ensemble); Renato Caetano (Bobby- Ensemble); Thór Junior (Pastor Ensemble); Rodrigo Fernando (Ensemble); Nadjane Pierre (Solista da Igreja Ensemble).


<< SERVIÇO >>


[TEATRO] Musical “A Cor Púrpura” no Cineteatro São Luiz

Datas e horários: Dia 16.03 - 20h / Dia 17.03 - 20h / Dia 18.03 - 16h e 20h / Dia 19.03 - 18h

Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 180 min

Ingressos: À venda no Sympla e nas bilheterias do Cineteatro. Entrada: Plateia Inferior (até a fileira K) - R$ 160,00 (inteira) e R$ 80,00 (meia); Plateia Inferior (da fileira L a U) - R$ 140,00 (inteira) e R$ 70,00 (meia); Plateia Superior (fileira A a F) - R$100,00 (inteira) a R$50,00 (meia); Plateia Superior (fileira G a M) - R$75,00 (inteira) a R$37,50 (meia)

bottom of page