Abril no Cineteatro São Luiz

Atualizado: 19 de abr.

No mês em que se celebra a Dança, o aniversário da cidade de Fortaleza e a luta dos povos indígenas no Brasil, o São Luiz traz tudo isso e muito mais ao longo da programação.


Além das atrações artísticas em dança, música e cinema, o Cineteatro traz novidades e retoma uma faixa especial, o “Curta São Luiz”, que leva artistas para a calçada do São Luiz ao meio dia, fazendo a alegria de quem circula pela Praça do Ferreira. Na primeira edição do mês, apresenta-se o Mestre da Cultura Geraldo Amâncio. Show de humor também compõe a programação do mês, com a presença de vários artistas no palco no Dia Nacional do Humorista, 12 de abril, em homenagem a Chico Anysio.


Uma das novidades é a estreia do podcast "Sons do Ceará" na Rádio Universitária FM. A produção resulta de uma parceria entre o Instituto Dragão do Mar, por meio do Cineteatro São Luiz, e a Fundação Cearense de Pesquisa Cultura (FCPC), por meio da Rádio Universitária FM 107,9. Trabalhando com as linguagens do cinema e da música, o "Sons do Ceará" aborda a trajetória de profissionais do audiovisual ligados à pauta musical, assim como profissionais da música cujos trabalhos interagem com o cinema e o audiovisual. Nas edições de abril, o programa traz Mona Gadelha e Dawlton Moura.


A outra novidade é a realização do projeto “Diálogos Contemporâneos”, que começa em abril e termina em maio, trazendo autores renomados da literatura brasileira para discutir temas de grande relevância na atualidade. Em abril, o projeto promove encontros com Mary Del Priore, Fernando Morais, Tony Belloto e Preta Ferreira. Confira os detalhes na programação dia a dia, logo abaixo dos destaques seguintes.

Preta Ferreira / Divulgação


Dança

Abrindo o mês em parceria com o Ballet Hugo Bianchi, o São Luiz apresenta a programação “Abril para Dança: Especial Hugo Bianchi” na faixa Curta Mais Dança. É uma edição dedicada ao bailarino, com espetáculos do Ballet Hugo Bianchi no palco do Cineteatro e entrevistas em vídeo com pessoas que fizeram parte da vida do mestre, falecido em janeiro deste ano aos 95 anos e que se tornou referência da arte no Ceará. Entrada gratuita.



Na segunda semana de abril, a Cia Dita encena o espetáculo “Fortaleza” numa temporada de três dias no São Luiz. A montagem, que estreou em 2019, busca fazer um paralelo entre o corpo e a cidade. A atividade compõe a faixa de programação Curta Mais Dança. Para público de 80 pessoas, maiores de 18 anos, com ingressos nos valores de 20,00 (Inteira) 10,00 (meia).


Fortaleza - Cia Dita / Foto: Luiz Alves



Música

Shows de Alessandra Leão, Duo Groove e Khrystal, Marcus Caffé, Marcelo Jeneci, Raimundo Fagner, Ilê Aiyê e Orquestra Sinfônica da UECE ocorrem ao longo do mês. A programação virtual também traz produções feitas localmente na faixa “Sons do Ceará”, no Youtube. Confira mais detalhes sobre cada apresentação na programação dia a dia, após os destaques seguintes.

Ilê Aiyê / Divulgação


Cinema

A pré-estreia de “Medida Provisória” marca a programação de cinema do Cineteatro, com presença do ator Lázaro Ramos, dia de 13 de abril.


Sessões no Cineteatro São Luiz:

14/04 - 16h30 | 18h40

15/04 - 13h30 | 15h40 | 18h

16/04 - 14h | 16h10

17/04 - 14h | 16h10

20/04 - 16h30 | 18h40

21/04 - 14h20 | 16h30 | 18h40

22/04 - 14h | 16h20 | 18h30 23/04 - 14h | 16h10

"Medida Provisória" / Divulgação


Também tem continuidade da faixa de programação “Cinema e Literatura”, trazendo produções cinematográficas sobre grandes autores da literatura mundial. Na sessão do mês, tem exibição do filme “Lope”, sobre Félix Lope de Vega y Carpio, poeta e dramaturgo espanhol do século XVI. Entrada gratuita.


A Semana do Audiovisual Cearense compõe a programação virtual do mês, com produções autorais do cinema no estado. Neste mês, o Cineteatro firmou parceria com a VILA DAS ARTES, que nos cedeu 10 filmes, todos realizados pela 5ª turma do Curso de Realização em Audiovisual da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes.


Abril dá continuidade ao projeto “Escola no Cinema”, uma faixa de programação gratuita com exibição de consagrados filmes de longa, média ou curta duração brasileiros ou dirigidos por realizadores brasileiros, nos gêneros ficção, animação e documentário, com temáticas diversas e voltado para o público infanto-juvenil, oriundo de instituições de ensino do Ceará.


EXPOSIÇÃO

No abril indígena, prestigiamos as artes visuais dos povos indígenas do Ceará com a exposição virtual "Mecunã Kérupi Ané - Imagens de Povos Indígenas do Ceará". É uma exposição sonho, uma maneira de trazer o exercício do sonhar de artistas indígenas pelo estado do Ceará. Os trabalhos e o onírico por trás dele que dão sustentação ao céu, a espiritualidade, a vida e ecologia que nos cerca, em diversas linguagens que vão desde o desenho até a fotografia, e passando pela maquiagem, moda esses artistas têm moldado novas utopias. O lançamento é dia 23 de abril, aqui no site.

Foto: Débora Anacé


PROGRAMAÇÃO ABRIL | DIA A DIA


[Continuada] Visita Guiada Online

➜ Onde: www.cineteatrosaoluiz.com.br

● No projeto de Visita Guiada, disponível gratuitamente no site do Cineteatro, o público é convidado a embarcar na história do São Luiz. Para isso, aspectos históricos dos cinemas de Fortaleza são descritos, assim como a trajetória do fundador do Cine: Luiz Severiano Ribeiro. O formato de linha do tempo traz ilustrações, cronologia e curiosidades do período, até chegar na atualidade. Aqui, o público é convidado a adentrar os espaços do equipamento, do Foyer ao Palco, através de vídeos gravados em 360º. A visita online finaliza como a presencial, com convite para conferir um documentário sobre as atividades do Cineteatro ao longo dos últimos anos (desde sua reabertura).


[Continuada] Cinema Virtual

● Filmes inéditos e selecionados pela curadoria do cinema do Cineteatro São Luiz podem ser acessados através da plataforma Cinema Virtual. Os filmes mudam todas às quintas-feiras (com novas estreias).

➜ Para conferir a seleção feita pelo Cineteatro, o usuário pode acessar a página na web cineteatrosaoluiz.com.br/cinemavirtual. Ao clicar em “ingresso”, será direcionado à página do Cinema Virtual e para assistir ao filme que escolheu basta fazer o cadastro na plataforma, selecionar a obra e indicar o Cineteatro São Luiz como sala que receberá o pagamento do ingresso digital.


VENDA DOS INGRESSOS E FUNCIONAMENTO DA BILHETERIA:


Vendas online no site sympla.com.br/cineteatrosaoluiz

Taxa de conveniência: 12% nas compras no site e no aplicativo


Vendas na bilheteria física: terça a sexta, 9h30 às 18h e no sábado, 9h30 às 17h. Domingos com atividades para público, o funcionamento é a partir de duas horas antes do horário de início do espetáculo.


Dia 01/04 (sexta-feira)

19H [Curta Mais Dança] Abril para Dança: Especial Hugo Bianchi

Apresentações: - Suíte La Fille Mal Gardée - Solos adultos e infantis - O Grande Baile

Entrada: Gratuita | Duração do espetáculo: 60 minutos | Classificação Indicativa: Livre | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto.

Release: Na abertura do Mês da Dança, o Cineteatro São Luiz e o Ballet Hugo Bianchi fazem uma homenagem ao bailarino, professor e coreógrafo que leva o nome da escola. A faixa de programação Curta Mais Dança do Cineteatro apresenta “Abril para Dança: Especial Hugo Bianchi”, um pequeno recital de espetáculos e homenagens na noite do dia 1º de abril, além de uma série de outras produções ao longo do mês. A programação, com início às 19h, tem entrada gratuita.

Dia 02/04 (sábado)

9h30/10h30/11h30 [Visita Guiada no Cineteatro São Luiz]

Entrada: R$6,00 (inteira)/ R$3,00 (meia) | Classificação indicativa: Livre | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto.


19h [Show] Acesa - Alessandra Leão Entrada: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: Livre | 50min | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto.

Local: Palco do Cineteatro São Luiz

Release: Pulsões de vida que passam por festas, espiritualidade, sexualidade e transmutações envolvem a atmosfera do novo álbum de Alessandra Leão, o “ACESA”, que traz o show ao palco do Cineteatro São Luiz dia 02 de abril, às 19h. Lançado em 2021, o disco é produzido e arranjado por ela e pelo produtor musical Caê Rolfsen, com quem lançou “Macumbas e Catimbós ” , indicado ao Grammy Latino 2019.


Dia 03/04 (domingo)

18h [Show] Khrystal e Sérgio Groove - Romã Entrada: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: Livre | 50min | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Local: Palco do Cineteatro São Luiz Release: Um encontro solar e de resistência a tudo vivido nos últimos anos, um passeio pela música nordestina e africana no vasto repertório de dois amigos. O show “ROMÔ marca a parceria dos amigos de longa data, Sérgio Groove e Khrystal. Os músicos se apresentam dia 03 de abril, às 18h, no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ce) gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM).


Dia 05/04 (terça)

8h50 [Cinema] Sons do Ceará Classificação Indicativa: Livre Artista: Bruna Ene | Música: Só Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer


9h - Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.


14h20 [Cinema] Sons do Ceará Classificação Indicativa: Livre Artista: Bruna Ene | Música: Só Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

14h30 - Escola no Cinema*

*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.


VIRTUAL

21h - Sons do Ceará Onde: Youtube O videoclipe da música “O Melhor Amigo do Azar” reúne, além dos integrantes da banda cearense CAPONES, 3 países e 4 cidades, com Alan Starship (guitarra) em Sydney, Austrália; El Gione (baixo) em Lisboa, Portugal; Capanga Hey (guitarra), em São Paulo; e Roger Capone (bateria), em Fortaleza. A música é uma homenagem a Ramón Valdés, o “Seu Madruga”, icônico personagem da série mexicana “Chaves”.

O videoclipe é uma produção da PlataformaZERO, que tem à frente Roger Capone, que, além de músico, é diretor e produtor destacado local e nacionalmente por trabalhos relacionados à música, publicidade, televisão e cinema.


Dia 06/04 (quarta)

19h [Dentro do Som] Marcus Caffé - Rosa & Caffé Entrada: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: Livre | 50min | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto.

Release: O show Rosa&Caffé é fruto do projeto o SAMBADIBAMBA, e destaca o compositor de Vila Isabel, Noel Rosa, em todas as suas nuances peculiares, sua origem, seu temperamento, seus sambas em crônicas, pela voz do cantor Marcus Caffé. No dia 6 de abril, às 19h, o artista sobe ao palco do Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ce), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM).

Dia 07/04 (quinta)

19h [Curta Mais Dança] Fortaleza - Cia. Dita Entrada: 20,00 (Inteira) 10,00 (meia) | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Local: Sobre o palco - ingressos limitados (80 lugares) Classificação: 18 anos | Duração: 50 minutos Release: Como dar conta das questões de um corpo-cidade que se lança como resistência? O Cineteatro São Luiz recebe nos dias 07 a 09 de abril, às 19h, o espetáculo “Fortaleza”, da Cia Dita. A montagem, que estreou em 2019, busca fazer um paralelo entre o corpo e a cidade. A atividade compõe a faixa de programação Curta Mais Dança.


O projeto “Fortaleza” é um ato político, um projeto de dança/performance, de história, de arquitetura, de fotografia, de estudos da iconografia da capital cearense. É sobre tudo o que conseguimos construir dentro de cada um de nós para tornar possível a vida em um lugar tão ruidoso e áspero, assim, como em qualquer grande cidade do Brasil.


Em quais momentos é possível olhar, pensar e viver a cidade, além das suas ruínas? Eis a pergunta fundamental do espetáculo que versa sobre a cidade, mas que, principalmente, pretende levar ao público reflexões sobre a relação que nossos corpos estabelecem com suas edificações, a construção de lugares e não-lugares pelo uso, ausência e/ou trânsito.


VIRTUAL

20h – Semana do Audiovisual Cearense Onde: Youtube

Desterro Direção: Edu Moreira | Ceará, Brasil | 12'20'' | Ficção / Experimental | 2019 Sinopse: Habitando a catástrofe, uma jovem feiticeira encontra na desesperança a força motora da mudança e elabora rotas de fuga.

Dia 08/04 (sexta)

19h [Curta Mais Dança] Fortaleza - Cia. Dita Entrada: 20,00 (Inteira) 10,00 (meia) | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Local: Sobre o palco - ingressos limitados (80 lugares) Classificação: 18 anos | Duração: 50 minutos Release: Como dar conta das questões de um corpo-cidade que se lança como resistência? O Cineteatro São Luiz recebe nos dias 07 a 09 de abril, às 19h, o espetáculo “Fortaleza”, da Cia Dita. A montagem, que estreou em 2019, busca fazer um paralelo entre o corpo e a cidade. A atividade compõe a faixa de programação Curta Mais Dança.


O projeto “Fortaleza” é um ato político, um projeto de dança/performance, de história, de arquitetura, de fotografia, de estudos da iconografia da capital cearense. É sobre tudo o que conseguimos construir dentro de cada um de nós para tornar possível a vida em um lugar tão ruidoso e áspero, assim, como em qualquer grande cidade do Brasil.


Em quais momentos é possível olhar, pensar e viver a cidade, além das suas ruínas? Eis a pergunta fundamental do espetáculo que versa sobre a cidade, mas que, principalmente, pretende levar ao público reflexões sobre a relação que nossos corpos estabelecem com suas edificações, a construção de lugares e não-lugares pelo uso, ausência e/ou trânsito.


Dia 09/04 (sábado) 19h [Curta Mais Dança] Fortaleza - Cia. Dita Entrada: 20,00 (Inteira) 10,00 (meia) | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Local: Sobre o palco - ingressos limitados (80 lugares) Classificação: 18 anos | Duração: 50 minutos Release: Como dar conta das questões de um corpo-cidade que se lança como resistência? O Cineteatro São Luiz recebe nos dias 07 a 09 de abril, às 19h, o espetáculo “Fortaleza”, da Cia Dita. A montagem, que estreou em 2019, busca fazer um paralelo entre o corpo e a cidade. A atividade compõe a faixa de programação Curta Mais Dança.

O projeto “Fortaleza” é um ato político, um projeto de dança/performance, de história, de arquitetura, de fotografia, de estudos da iconografia da capital cearense. É sobre tudo o que conseguimos construir dentro de cada um de nós para tornar possível a vida em um lugar tão ruidoso e áspero, assim, como em qualquer grande cidade do Brasil.


Em quais momentos é possível olhar, pensar e viver a cidade, além das suas ruínas? Eis a pergunta fundamental do espetáculo que versa sobre a cidade, mas que, principalmente, pretende levar ao público reflexões sobre a relação que nossos corpos estabelecem com suas edificações, a construção de lugares e não-lugares pelo uso, ausência e/ou trânsito.


Dia 10/04 (domingo)

18H [Show] Marcelo Jeneci - Guaia e sucessos Entrada: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: Livre | 80min | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Local: Palco do Cineteatro São Luiz Release: Marcelo Jeneci volta aos palcos da cidade a todo vapor em um show cheio de sucessos de seu último álbum "Guaia", onde o artista volta às origens ao homenagear o bairro em que cresceu, Guaianazes. Disco este que foi nomeado ao Grammy Latinodurante a pandemia. Jeneci também promete resgatar canções de outros álbuns como "Felicidade" e "Pra Sonhar", uma celebração com o público e com sabor de saudade e abraço.


Dia 12/04 (terça)

12h30 [Curta São Luiz] Mestre Geraldo Amâncio - “Cantos, Contos e Causos da Cantoria" | Participação de Guilherme Nobre Local: Hall do Cineteatro São Luiz (Foyer) | Classificação: Livre | Duração: 50 min

Release: Geraldo Amâncio é poeta repentista, escritor, compositor, Mestre da Cultura eleito pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e Doutor dos Saberes e Fazeres das Artes, título atribuído pela Universidade Estadual do Ceará. Apresentou por 19 anos um programa nacional de cantoria de viola, promoveu mais de 100 festivais de violeiros, ganhou mais de 150 primeiros lugares em campeonatos de repente por todo o país, tem 15 CDs, mais de 16 obras literárias e representou o Brasil em vários encontros mundiais de cantadores. Geraldo Amâncio se mantém como um dos nomes mais importantes do repentismo no Brasil. 16h [Humor] Dia Nacional do Humorista - Uma homenagem a Chico Anysio Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 10 anos | 240 min | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Release: Eita, que chegou abril! E quando o mês de abril dá as caras, o cearense já sabe que é chegada a hora de abrir cominho para àquele sorrisão; afinal, abril é o Mês do Humorista. E, por conta disso, os humoristas cearenses se reúnem mais uma vez para comemorar o DIA NACIONAL DO HUMORISTA. O local escolhido para a festa do riso é o palco do belo CINETEATRO SÃO LUIZ, localizado na Praça do Ferreira, bem no coração da cidade.

Alguns dos Humoristas confirmados

Titela, Severina Guet, Superedson, Luan Damasceno, Lezadim, Elvis Preto, Sparguet, Veia Cômica, Zebrinha, Megdal, Delegado, Zé Bolão, Colorau, Ronaldo, Marmita, Tom Leite, Francisquinha, Rosinete, Esquema, Mexerico, Oscabrito, Manguaça, Paçoca, Fubá, Pepeta, Chocolate, Cibalena, David Moraes, Rafael Leite, Isaias Lourenço, Zeca Estrada, Leide Daiana, Froxilda Fofolete, Aloisio Junior, Luiz Neto, Eri Soares, Oscabrito, Gil Soares, Zé das Tapiocas, Seu Sérgio e Motoka.


VIRTUAL

21h - Sons do Ceará Onde: Youtube | Instagram CARLINHOS PERDIGÃO foi um grande baterista, poeta, escritor, compositor, produtor cultural e professor de língua portuguesa/literatura. Na área da Arte-Educação formatou, produziu e apresentou vários projetos. Assim, seus trabalhos misturam diversos tipos de linguagens acadêmicas e artísticas, tais como Literatura, Cinema, Pedagogia, Jornalismo, Língua Portuguesa, Música, Publicidade, Audiovisual e Teatro. Fez shows em diversas cidades do Brasil, como Rio de Janeiro, Brasília, Natal, Campina Grande, São Luís, Teresina, e igualmente em todo o território cearense. Além disso, participou de bandas como Blues Label, ExperiHendrix, Gang da Cidade, Sub-Blues, Iris Sativa, Fruto Proibido e Lowell. É autor do livro Fragmentos: poemas e ensaios, lançado em 2011, e do livro “Arte em Estado Crônico”, lançado em 2021, em parceria com mais 4 autores cearenses.

Em 2017, Carlinhos Perdigão lançou seu primeiro álbum, “Palavra”, onde registrou a música TENHO UM AMOR, parceria com Marcelo Justa. O videoclipe da música conta com Carlinhos Perdigão (bateria, percussão e letra), Marcelo Justa (guitarra, violão, voz e arranjo), Rafael Sousa Lima (baixo e vocal de apoio) e David Aragão (teclados). A produção do videoclipe é de Alencar Jr.

Dia 13/04 (quarta)

8h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

9h [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.


14h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

14h30 [Cinema] Escola no Cinema*

*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

18h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

19h [Cinema] Pré-estreia nacional | Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


18h50 [Cinema] Sons do Ceará

19h [Cinema] Pré-estreia nacional do filme "Medida Provisória", com presença de Lázaro Ramos Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 14 anos |Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto. Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


Dia 14/04 (quinta)

8h50[Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

9h [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

14h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

14h30 [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

16h20[Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h30 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

18h30 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

18h40 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

VIRTUAL

20h – Semana do Audiovisual Cearense

Onde: Youtube

Pátria

Direção: Liv Costa e Sunny Maia | Ceará, Brasil | 7'40'' | Doc Experimental / Montagem de Arquivo | 2019

Sinopse: Em uma fita VHS são narrados pensamentos sobre Pátria, nacionalismo e poder.

Dia 15/04 (sexta)

13h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

13h30 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

15h30 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

15h40 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

17h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

18h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


Dia 16/04 (sábado) - Semana Santa

9h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista:Ricardo Bacelar e Cainã Cavalcante | Música: Vila dos Pássaros

Artista: Marimbanda | Música: Cuidar de Nós

10h [Cinema] Cinema e Literatura | Lope

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Andrucha Waddington | Brasil | 2011 | 1h46 | Drama, Biografia

Elenco: Alberto Ammann, Leonor Watling, Pilar López de Ayala

Sinopse: Com uma impressionante e detalhada reconstituição de época, o filme conta a juventude e as aventuras amorosas de Félix Lope de Vega y Carpio (Alberto Ammann), poeta e dramaturgo do século XVI, um dos maiores nomes da literatura espanhola em todos os tempos. Com momentos de grande beleza visual, essa cinebiografia integra de maneira orgânica os conflitos pessoais do protagonista com a inserção social de seus poemas, escritos aos milhares, onde se destaca um tema atemporal e universal: a busca de um jovem pelo seu sonho.

13h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

14h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

16h [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h10 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


Dia 17/04 (domingo)

13h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

14h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

16h [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h10 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


Dia 18/04 (segunda)

19h [Diálogos Contemporâneo] “Opressão, sofrimento e depressão na construção histórica do Brasil”, com Mary Del Priore | Mediação: Isabel Costa Entrada: Gratuita (retirada do convite 2h antes na bilheteria do Cineteatro) | Duração: 2h | Classificação Indicativa: Livre Release: Mary Del Priore é historiadora, pós-doutora pela EHESS, Paris. Autora de mais de 50 livros, entre eles "Uma breve história do Brasil”, “Histórias da gente brasileira”, “Uma breve história da mulher no Brasil de 1.500 a 2.000”, “D. Maria I”, vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais, entre os quais três Jabutis.


Dia 19/04 (terça)

8h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

9h [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

14h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

14h30 [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

19h [Diálogos Contemporâneos] “Guerras culturais - corações e mentes, negacionismo e pós-verdade”, com Fernando Morais | Mediação: Sávio Alencar Entrada: Gratuita (retirada do convite 2h antes na bilheteria do Cineteatro) | Duração: 2h | Classificação Indicativa: Livre Release: Escritor e jornalista. Recebeu três vezes o Prêmio Esso e quatro vezes o Prêmio Abril de Jornalismo. Autor, entre outros, de OLGA, CHATÔ, O REI DO BRASIL, CORAÇÕES SUJOS, livros adaptados para o cinema, A ILHA, OS ÚLTIMOS SOLDADOS DA GUERRA FRIA, e LULA.

VIRTUAL

21h - Sons do Ceará Onde: Youtube | Instagram

Luciano Barbosa Apolinário, de nome artístico "DEXTAPE", é um apreciador e consumidor da cultura Hip-Hop desde 1998. Artista/Ativista focado na valorização do som e experimento de novos conceitos, Dextape é um MC da região do Cariri cearense, que em 2003 inicia seu trabalho musical nesta cultura integrando grupos regionais, como o Lampião Clã (2003), Esquadrão do Rap (2004) e Monastereo (2008).

Em carreira solo desde 2013, com um EP e vários singles lançados, Dextape é um artista que absorve arte de todos os lados, mistura e a reflete de volta. Flerta de perto com a literatura, facilitando oficinas; em uma delas, contextualiza a construção de narrativas literárias pelo viés do rap periférico.

Sua música dialoga com a realidade do país de forma divertida, mas sem perder o caráter de crítica social. Seu estilo vai dos versos de Patativa aos Beats do Jay-Z. Do cariri até o infinito o som de Dextape é o passaporte. O videoclipe da música "CamdomBlack", teve direção de imagens/fotografia de Sandro Suçuarana e edição de Luna.


Dia 20/04 (quarta)


12h30 [CURTA SÃO LUIZ] Coco das Goiabeiras da Rainha do Mar

Local: Hall do Cineteatro São Luiz (Foyer) | Classificação: Livre

Release: O Coco das Goiabeiras da Rainha do Mar desenvolve neste trabalho um repertório que mescla músicas autorais e cultura popular, retratando o cotidiano das comunidades por onde tem passado: são favelas, quilombos e comunidades rurais. Territórios de pessoas que lutam todos os dias para existir e resistir em seus lugares. "Coco de Praia, Coco de Axé” é assim uma licença para brincar e dançar apesar das lidas diárias, ao mesmo tempo que é um chamado aos ancestrais, para que nos cuidem e lutem conosco. O evento é uma parceria com o SESC Ceará.


14h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: Livre

Artista: Bruna Ene | Música: Só

Artista: Ensaio livre | Música: Tudo o que você quer

14h30 [Cinema] Escola no Cinema*


*Projeto com exibições gratuitas de premiados filmes de realizadores brasileiros com temáticas infanto-juvenis para alunos da rede pública e privada de ensino, instituições, entidades e associações diversas da capital e do interior. Para informações sobre programação, solicite por email para osaoluizenosso@idm.org.br.

16h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h30 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

18h30 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

18h40 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

VIRTUAL

18h -Podcast Sons do Ceará - Episódio 01 | Mona Gadelha

Onde: Youtube | Instagram

O Podcast SONS DO CEARÁ resulta de um termo de Cooperação Técnica entre o INSTITUTO DRAGÃO DO MAR (IDM), representado pelo Cineteatro São Luiz, e a FUNDAÇÃO CEARENSE DE PESQUISA E CULTURA (FCPC), representada pela Rádio Universitária FM 107,9.

Trabalhando com as linguagens do cinema e da música, o SONS DO CEARÁ aborda a trajetória de profissionais do audiovisual que possuem forte ligação com a pauta musical, assim como músicos, compositores e intérpretes cearenses cujos trabalhos musicais interagem fortemente com o cinema e com o audiovisual.

Nesta edição do Podcast SONS DO CEARÁ, Duarte Dias, programador e curador do Cineteatro São Luiz, conversa com a cantora, compositora, jornalista e produtora cultural MONA GADELHA.

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará, MONA GADELHA tem pós-graduação em globalização e cultura na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo e é Mestra em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente MONA GADELHA é coordenadora do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, em Fortaleza, onde atua desde 2014.

Dia 21/04 (quinta) - Feriado de Tiradentes

13h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

13h30 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

15h30 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

15h40 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

17h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

18h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

VIRTUAL

20h – Semana do Audiovisual Cearense

Onde: Youtube

As Lavadeiras do Rio Acaraú transformam a embarcação em nave de condução

Roteiro e direção: Kulumym-Açu | Ceará, Brasil | 13'15'' | Experimental / Vídeo Arte | 2021

Sinopse: As memórias do fluxo do Rio Acaraú contam histórias por onde os gestos coletivos da lavação de roupa acompanham gerações que celebram a importância dessas águas dentro do ciclo solar da cidade de Sobral/CE.

Dia 22/04 (sexta)

13h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

14h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

16h10 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h20 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

18h20 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

18h30 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.


Dia 23/04 (sábado)

VIRTUAL

10h [Exposição] Mecunã Kérupi Ané - Imagens de povos indígenas do Ceará

Local: Site oficial do Cineteatro São Luiz

Release: Mecunâ Kérupi Ané é uma exposição sonho, é uma maneira de trazer o exercício do sonhar de artistas indígenas pelo estado do Ceará. Esses trabalhos e o onírico por trás dele que dão sustentação ao céu, a espiritualidade, a vida e ecologia que nos cerca, em diversas linguagens que vão desde o desenho até a fotografia, e passando pela maquiagem, moda esses artistas têm moldado novas utopias


PRESENCIAL

13h50 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

14h [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

16h10 [Cinema] Sons do Ceará

Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Lorena Nunes | Música: Calma

Artista: Dextape | Música: Corpo Fechado

16h10 [Cinema] Medida Provisória

Entrada: R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (Inteira) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: Lázaro Ramos | Drama | Brasil | 2022 | 1h41 | Português

Elenco: Alfred Enoch, Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier, Flavio Bauraqui, Emicida.

Sinopse: Num futuro distópico, o governo brasileiro decreta uma medida provisória que obriga os cidadãos negros a ‘voltarem’ à África como forma de reparar os tempos de escravidão. O advogado Antônio (Alfred Enoch), sua companheira, a médica Capitu (Taís Araujo), e seu primo, o jornalista André (Seu Jorge) decidem resistir, uns confinados em suas casas, outros no Afrobunker – movimento que vai lutar pelo direito de permanecerem em seu país.

Dia 24/04 (domingo)

18H [Show] "Aonde Deus possa me ouvir" - Raimundo Fagner Entrada: Ingressos esgotados | Classificação Indicativa: Livre | Uso obrigatório de máscara e apresentação do passaporte de vacinação e documento de identidade com foto)

Local: Palco do Cineteatro São Luiz

Release: Raimundo Fagner e Cainã Cavalcante levam ao palco um repertório variado, das músicas mais conhecidas a outras canções também, o que tem dado uma bela interação com a plateia, possibilitando cantar outras músicas que não estejam no roteiro. “Há tempos as pessoas me cobram este formato e acredito que teremos estrada pra caminhar”, completa o artista.


Dia 26/04 (terça)

19h [Diálogos Contemporâneo] “Segurança e violência policial na literatura brasileira”, com Tony Belloto | Mediação: Élcio Batista Entrada: Gratuita (retirada do convite 2h antes na bilheteria do Cineteatro) | Duração: 2h | Classificação Indicativa: Livre Release: Tony Bellotto é compositor e guitarrista da banda Titãs, e escritor. Ele escreveu seu primeiro livro, Bellini e a Esfinge, baseado em uma série policial homônima. A obra foi adaptada para o cinema como longa-metragem e ganhou o prêmio do público de melhor filme de ficção no Festival do Rio. Outro livro baseado na mesma série, Bellini e o Demônio, foi adaptado para os cinemas e indicado como melhor filme no Festival Fantasporto e no New York Film Festival.

Tony escreveu mais 8 livros, sendo dois deles parte da série policial Bellini e os Espíritos e Bellini e o Labirinto, e os romances Lô, Machu Picchu e No buraco publicados pela Companhia das Letras. Na televisão, Tony apresentou o programa Afinando a Língua, no canal Futura, e roteirizou um episódio da série Mandrake (HBO) sob direção de José Henrique Fonseca. Escreveu o roteiro do longa-metragem Mandrake, em colaboração com outros roteiristas e dirigido por José Henrique Fonseca. E escreveu o romance Dom que deu origem à série brasileira de mesmo nome pela Amazon Prime Video.

VIRTUAL

21h - Sons do Ceará Onde: Youtube | Instagram

GABRIEL YANG é um músico brasileiro com raízes no rock e no blues, atua desde 2004 como compositor, cantor e guitarrista. Participou de vários festivais em Fortaleza e em outros estados como artista solo ou junto a outros projetos . Se destaca também por ser um entusiasta do DIY (do inglês: faça você mesmo), desde a produção fonográfica até a confecção de suas próprias guitarras a partir de materiais recicláveis.


A música “No Balanço do Vagão”, de autoria de Gabriel Yang,foi lançada originalmente em 2016, no álbum “Dry”. A versão em destaque foi regravada durante o período de quarentena e executada em uma guitarra feita pelo próprio Gabriel Yang, que utilizou para tanto uma caixa de charutos e um cabo de vassoura.

Dia 27/04 (quarta)


12h30 [CURTA SÃO LUIZ] Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas

Local: Hall do Cineteatro São Luiz (Foyer) | Classificação: Livre

Release: Andanças, do litoral ao sertão se dança pela tradição, é um espetáculo do Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas, que reúne um conjunto de danças que compõem uma pequena parte do acervo do grupo, e narra um pouco a sua trajetória através de danças montadas pelo grupo nestes 26 anos de história.

São danças, lendas e folguedos do norte e nordeste, pesquisados e catalogados pelo grupo, concebidas através de releituras inspiradas nas tradições populares autênticas do povo brasileiro. Cada dança apresentada neste espetáculo reflete um momento particular do grupo na história de sua formação e de suas andanças pelo país.

O evento é uma parceria com o SESC Ceará.


19h [Diálogos Contemporâneo] “Desigualdades étnico-raciais, memória e apagamentos de negras e negros na história”, com Preta Ferreira | Mediação: Nina Rizzi Entrada: Gratuita (retirada do convite 2h antes na bilheteria do Cineteatro) | Duração: 2h | Classificação Indicativa: Livre Release: Janice Ferreira, a Preta, é multiartista, comunicadora inata e de formação. Premiada em 2020 no Festival de Gramado por sua atuação em Receita de Carangueijo, Preta também atuou e cantou no premiado Onde voam as feiticeiras da Cineasta Eliane Caffé que iniciou sua parceria com Preta no também premiado Era Hotel Cambridge, Preta atuou no recente filme (ainda sem título) de Juliana Rojas e tem participação em séries e outros filmes. É a mais velha dos oito irmãos. Na adolescência, veio da Bahia para São Paulo e, desde cedo, trabalhou para ajudar na complementação da renda familiar. Formada em publicidade, consolidou sua carreira na produção cultural. É também a autora e intérprete do single e livro Minha Carne. Tem por missão “transformar o mundo, para o desenvolvimento cultural e econômico, a partir de pequenos grupos, com promoção da paz e justiça social”, pontua. Na Ocupação 9 de Julho, Preta organiza eventos culturais e socioeducativos, desde pesquisas acadêmicas, laboratórios, oficinas, shows e ações de saúde e lazer. Logline Multiartista, abolicionista penal, ativista pelo direito à moradia no MSTC.*

VIRTUAL 18h - Podcast Sons do Ceará - Episódio 02 | Dalwton Moura O Podcast SONS DO CEARÁ resulta de um termo de Cooperação Técnica entre o INSTITUTO DRAGÃO DO MAR (IDM), representado pelo Cineteatro São Luiz, e a FUNDAÇÃO CEARENSE DE PESQUISA E CULTURA (FCPC), representada pela Rádio Universitária FM 107,9.

Trabalhando com as linguagens do cinema e da música, o SONS DO CEARÁ aborda a trajetória de profissionais do audiovisual que possuem forte ligação com a pauta musical, assim como músicos, compositores e intérpretes cearenses cujos trabalhos musicais interagem fortemente com o cinema e com o audiovisual.

Nesta edição do Podcast SONS DO CEARÁ, Duarte Dias, programador e curador do Cineteatro São Luiz, conversa com o compositor, produtor cultural, jornalista e pesquisador musical DALWTON MOURA.

Formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará, DALWTON MOURA é especializado em Assessoria de Imprensa e Jornalismo cultural e de gestão cultural, área em que atua profissionalmente há 22 anos.

Com uma trajetória de 20 anos na cena musical, DALWTON MOURA é autor, em parceria com Rogério Franco, dos álbuns FUTURO E MEMÓRIA (I e II), que conta com vários intérpretes cearenses. Também produziu, em parceria com o maestro Luciano Franco, o álbum SONHO E CANÇÃO - que traz intérpretes do Ceará, de São Paulo e dos Estados Unidos - e também o álbum VELHO MENINO, em parceria com Rodger Rogério, além do álbum MILITO - FRANCO - MOURA, em parceria Osmar Milito e Luciano Franco.

Compositor de canções premiadas em vários festivais brasileiros, DALWTON MOURA é autor da obra NOS ACORDES DO JAZZ E BLUES, livro-reportagem sobre o Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga, e produtor do projeto JAZZ EM CENA, que desde 2015 promove uma temporada de jazz em Fortaleza.

Dia 28/04 (quinta)

19h | Teatro-Vídeo - Parceria com Porto Iracema das Artes

Release: A peça-filme, TEMPO DE (RE)VOLTA com encenação da professora e encenadora Pedra Silva (Coletiva NEGRADA) junto da ¨Turma do PREAMAR DE ARTES CÊNICAS 2021 da Escola Porto Iracema das Artes, propõe como debate as discussões acerca do sonho de reparação de mundos roubados de nossas ancestrais, tratando-se de assombrar a casa grande como estratégia de destruir o sono colonial. “E se neste sonho fosse possível produzir cura para nossas memórias?” Esta é umas das perguntas geradoras que faz emergir da terra ancestral o coração da peça. Os mundos, as memórias, as encruzilhadas, a madrugada iluminada; são elementos que atravessam as narrativas gestadas de forma espiralar a fim de colocar em evidência as narrativas ancestrais, propondo como fundamentação cênica a elaboração a partir da linguagem do Teatro Hip-Hop, tendo o depoimento e autorrepresentação como ferramentas fundamentais para a criação do projeto de encenação.


VIRTUAL

20h – Semana do Audiovisual Cearense

Aquele que veio do oeste Direção e Roteiro: Wesjley Maria | Ceará, Brasil | 18’ | Ficção | 2022 Sinopse: Decidida em vender antigo imóvel onde morava na cidade de Fortaleza, Beatriz volta e se depara com suposto ataques de monstros marinhos que anda aterrorizando moradores das praias locais.

Dia 29/04 (sexta)

20h [Show] Ilê Ayê - Que Bloco é Esse? Local: Palco do Cineteatro São Luiz Entrada: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia entrada) - Vale Cultura (ingressos limitados) | R$80,00 (inteira) e R$40,00 (meia entrada) - Plateia Superior e Inferior | Classificação Indicativa: 14 anos | 90min

Release: O Ilê Aiyê, bloco afro mais antigo do Brasil, desembarca em Fortaleza dia 29 de abril, sexta, para apresentar espetáculo comemorativo aos seus 47 anos de música e luta por igualdade racial. O show da Band’Aiyê acontece no Cineteatro São Luiz, às 20h, e integra o projeto de circulação “Ilê Aiyê: Que Bloco é Esse?”, que irá percorrer seis capitais brasileiras.


O projeto “Ilê Aiyê – Que Bloco é Esse?” é uma realização do Ilê Aiyê em parceria com a Caderno2 Produções e Multi Planejamento Cultural via Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, com patrocínio da Petrobras. O projeto foi selecionado pelo Petrobras Cultural através da chamada de música 2018, durante a pandemia já promoveu a Oficina Petrobras de Percussão para Crianças e uma apresentação em Salvador transmitidas online e agora retoma as atividades presenciais.

Dia 30/04 (sábado)

19h [Show] Abertura da Temporada 2022 | OSUECE - Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará Local: Palco do Cineteatro São Luiz Entrada: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: Livre | 60min

Release: Depois de dois anos sem apresentações públicas em virtude da pandemia de Covid-19, a OSUECE volta aos palcos em 30 de abril de 2022, com concerto de abertura da temporada no Cineteatro São Luiz. No programa, obras de balés consagrados como “Quebra-Nozes” e “O Lagos dos Cisnes”, de Tchaikovsky, valsas de Strauss, “Fidelio”, de Beethoven, suíte “Carmen”, de Bizet, entre outras. Regência de Alfredo Barros, Rélmerson Lima e William Ciríaco.