top of page

Programação musical gratuita do Cineteatro voltada para a Praça do Ferreira

Atualizado: 11 de set. de 2023

Em dias da semana, sempre ao meio dia, o Cineteatro São Luiz promove apresentações gratuitas para o público passante, que transita pela Praça do Ferreira no intervalo do almoço, e claro, para quem aprecia as diferentes linguagens artísticas a qualquer hora do dia. Em setembro, o São Luiz traz shows musicais para a faixa de programação Curta São Luiz, edição especial Ritmos, em parceria com o Sesc Ceará.


A partir do dia 6 de setembro, entre 12h e 12h30, a programação Curta São Luiz traz os artistas e coletivos Sound Circo, Essas Mulheres, Murmurando e Carú Lina para o foyer e calçada do Cineteatro.


O show “O Cheiro do Queijo” dá início à programação, quarta (06), às 12h30, e se caracteriza como um campo investigativo cênico/musical na ligação sonora entre o circo, a rua e o rap. Criado em 2018 e com diversos shows realizados nas paradas de ônibus do Ceará, o trabalho é desenvolvido pelos palhaços Abu da Pereba, Bito Beat e Morcego Bass. Em 2021, o projeto insere sua pesquisa no laboratório de música da escola Porto Iracema das Artes, com a tutoria de Russo Passapusso, desenvolvendo o segundo disco de sua trajetória intitulado “Sound Circo”.


No dia 13 (quarta), o grupo Essas Mulheres traz o samba raiz para a calçada do São Luiz, às 12h. Formado em 2018, por Mona Mendes, Patrícia Trajano e Munique Mendes, o coletivo faz uma combinação expressiva e harmoniosa de sons, carisma e feminilidade das artistas integrantes: Mona Mendes, Patrícia Trajano, Gabriela Bastos, Lyandra Rayanne e Samya Kassia. O grupo tem como objetivo trazer a militância feminina para o samba e com isso, o repertório consiste em músicas que dão ênfase ao respeito e à luta pelas mulheres nos palcos, sejam elas trans, cis e não binárias.


Grupo Essas Mulheres / Divulgação


Criado como um conjunto de choro, o Murmurando ampliou e aprimorou seu repertório ao longo dos anos, incluindo cada vez mais obras compostas pelo seu violonista Samuel Rocha. Comemorando aniversário, o grupo faz o show “Murmurando 17 anos”, dia 22 (sexta), às 12h30. O coletivo já dividiu o palco com grandes nomes da música instrumental brasileira como Gilson Peranzzetta, Mauro Senise e Alexandre Ribeiro. Dentre as diversas conquistas, representou o Ceará em dezembro de 2018 no Festival João Pernambuco em Recife e em março de 2019 no Festival de Choro de Lille/França.


Para fechar a última semana do mês, a artista Carú Lina traz a “Música Periférica Brasileira” para o Curta São Luiz - Ritmos, dia 27 (quarta), às 12h30. A artista produziu o trabalho na escola Porto Iracema das Artes com tutoria de André Magalhães, abordando as multiplicidades dos guetos brasileiros num contexto urbano, regional e ancestral. Carú também teve contribuição de Thais Costa, João Pompeu Neto, Dj Janas e artistas cearenses: Léo Suricate, “O cheiro do Queijo”, Eliahne Brasileiro, Gil Ukilombo, Adna Oliveira, Mona Gadelha, Jocasta Britto, as violonistas Awa Blayne e Angélica, a celista Renata, a flautista Clarisse Aires, o tecladista Eros Augustus e os trompetistas Nara Whistler e Jordão Luz.


Curta São Luiz - Especial Artes Cênicas com Cia de Teatro Arco Íris (PB)


Dia 15 de setembro, o Cineteatro recebe o espetáculo “Oh! Terrinha boa!”, da Companhia de Teatro Arco Íris (PB), em parceria com o Sesc Ceará. Na mesma proposta da faixa de programação, a apresentação tem início às 12h30 e é gratuita, para todos os públicos.


Companhia de Teatro Arco Íris / Divulgação


A Companhia existe desde 1985 em Cajazeiras, no sertão paraibano, e é fruto do trabalho realizado pelas comunidades eclesiásticas de base da Igreja católica (COB’S). A região é um polo cultural de densa riqueza artística, de onde saíram outros artistas, como a atriz Marcela Cartaxo (Pacarrete) e o compositor Chico César.


O trabalho artístico do grupo realiza grandes espetáculos tanto em palco, como nas ruas, com o objetivo de unir público e atores na comunhão de uma festa popular, trazendo o tema cotidiano do sertão nordestino. O espetáculo “Oh! Terrinha boa! É uma comédia teatral que retrata a vida do nordestino sertanejo diante da seca, forçando-o a deixar sua terra de origem e enfrentar a selva da cidade grande, principalmente a cidade de São Paulo. Após muita luta, em busca de uma vida digna, a família retorna ao seu torrão consciente de que a vida na grande capital é mais ilusória do que realista.


<< SERVIÇO >>


Apresentações gratuitas na programação “Curta São Luiz”

Datas: 06, 13, 15, 22 e 17 de setembro de 2023 | Horário: 12h/12h30 | Livre

Local: Foyer e calçada do Cineteatro São Luiz (R. Major Facundo, 500, Centro)

Entrada GRATUITA




bottom of page