Programação online e presencial - JANEIRO DE 2021

Dia 06/01 (quarta)


Online


21h [Sons do Ceará] “Rancho das Borboletas”, Lúcia Menezes

Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: Com dedicação especial e amor por seu ofício, "Lúcia Menezes" canta como quem borda em um delicado tecido. E assim vai fazendo sua estrada pessoal e apaixonada. Iniciou carreira solo nos tradicionais Festivais de Música, colecionando prêmios e abrindo estrada para shows pela região. Ainda no Ceará gravou dois discos, sendo um totalmente dedicado ao repertório de Carmen Miranda. Em 1997 e 1998 ganhou o prêmio de melhor cantora da Fundação Cultural de Fortaleza .

O videoclipe de Rancho das Borboletas, composição de Miguel Rabello e Paulo César Pinheiro, com arranjo de Cristovão Bastos, é a ponta de lança do mais novo trabalho de Lúcia Menezes.


Dia 07/01 (quinta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Era Uma Vez Um Sonho

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Ron Howard | Drama | EUA | 2020 | 1h56 | Legendado

Elenco: Glenn Close, Amy Adams, Freida Pinto

Sinopse: Ex-fuzileiro naval e estudante de Direito, o jovem J.D. Vance (Gabriel Basso) vê seu sonho de conseguir o emprego ideal ser interrompido por uma crise familiar que o obriga a retornar para a cidade onde nasceu e encarar a complexa dinâmica de sua família apalache e a difícil relação com sua mãe (Amy Adams). Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de suas origens em sua vida.



16h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | O Signo do Caos

Entrada: Gratuita | 1h10 | Ficção | 2003 | Classificação Indicativa: 12 anos

Sinopse: Rogério Sganzerla, em O Signo do Caos, seu último filme, prova mais uma vez ser um inovador da linguagem cinematográfica com esta obra de reflexão sobre os percalços da Sétima Arte no Brasil.


Direção, roteiro e produção: Rogério Sganzerla

Fotografia: Marcos Bonisson e Nélio Ferreira.

Montagem: Rogério Sganzerla e Sylvio Renoldi.

Seleção Musical: Rogério Sganzerla e Sinai Sganzerla.

Direção de arte: Sérgio Reis.

Elenco: Otávio Terceiro, Sálvio do Prado, Helena Ignez, Guaracy Rodrigues (Guará), Freddy Ribeiro, Djin Sganzerla, Camila Pitanga, Giovana Gold, Eduardo Cabus, Gilson Moura, Felipe Murray, Vera Magalhães, Anita Terrana e Ruth Mezek.

Companhia produtora: Mercúrio Produções.



Online


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Doce de Coco" de Allan Deberton

➜ Onde: no site do Cineteatro https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/semana-do-audiovisual-cearense e em seu canal no YouTube https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Curta-Metragem | Ficção | Brasil | 2010 | 20’

Direção: Allan Deberton

Sinopse: A família de Diana trabalha com cocadas caseiras. João retira os frutos do coqueiro para que Diana e Lúcia preparem os doces. Zacarias vende a produção na cidade. Certo dia, Diana vai para o rio com a mãe e tia Maria...


Dia 08/01 (sexta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: a conferir

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] O Céu da Meia-Noite

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: George Clooney | Ficção Científica | EUA | 2020 | 1h58 | Legendado

Elenco: George Clooney, Felicity Jones, Demián Bichir

Sinopse: Este conto pós-apocalíptico acompanha Augustine, um cientista solitário do ártico, que tenta impedir uma equipe de astronautas de retornar para casa e evitar uma misteriosa catástrofe global.



16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Gravatas Borboletas | Música: Natural de nós

Artista: Legado de Sofia | Música: Mundo invertido


16h45 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Tudo é Brasil

Entrada: Gratuita | 1h22 | Documentário | 1998 | Classificação Indicativa: 14 anos

Sinopse: Documentário em longa-metragem sobre o período de permanência de Orson Welles no Brasil em 1942 para a realização de It’s All True, projeto logo boicotado pelos estúdios de Hollywood. Nele, fragmentos de imagens que registram Welles no Rio, Salvador e Fortaleza são sobrepostos por gravações em áudio de alguns depoimentos radiofônicos seus e de composições interpretadas por artistas como Carmem Miranda e Herivelto Martins.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla

Montagem: Sylvio Renoldi e Rogério Sganzerla.

Produção executiva: Rojer Garrido.


19h [Curta Mais Teatro] "Florbela", com Daniella de Lavôr, do Grupo Elas de Teatro

➜ Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/curtamaisteatro)

Classificação: 14 anos

Release: "Florbela" nasceu de um sonho antigo da atriz Daniella de Lavôr que, desde 2001, pesquisa e estuda a obra de Florbela Espanca. Mas só em setembro de 2009 esse sonho se tornou realidade dando vida à "Florbela", primeiro solo de sua carreira.


O texto é uma transcriação das cartas e do diário de Florbela Espanca, acrescido de poemas e músicas, onde a atriz revive as dores e a angústia da poetisa. O espetáculo tem agora o acompanhamento de um violonista, pontuando cada passagem. É ambientado numa sala/escritório onde Florbela revive sua vida e suas histórias e se apresenta ao público, despida de pudores, em carne viva.


Com direção precisa e delicada de Hertenha Glauce, Florbela recebeu indicação de melhor espetáculo e recebeu o prêmio de melhor atriz e melhor texto.


Foto: Luiz Alvez

21h [Sons do Ceará] “Viver é Melhor”, Banda Distintos

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: A banda Distintos teve início no ano de 2014 e desde então carrega como proposta uma musicalidade inovadora no cenário do rock autoral fortalezense. Mescla no seu repertório ritmos como o soul, funk, blues e rock. Um fato interessante da proposta da Distintos é que as composições autorais são cantadas em 3 idiomas diferentes, o inglês, o português e o criolo de Cabo Verde, visto que um dos integrantes é desse país.


O videoclipe da música "Viver é Melhor" teve produção, direção e fotografia de Isac Pereira e Joel Uchoa, também responsável pela edição.


Dia 09/01 (sábado)


Presencial


9h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Dextape | Música: De maluco pra maluco

Artista: Glauco King | Música: Você não pode me parar


10h [Cinema] Mank

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: David Fincher | Drama | EUA | 2020 | 2h12 | Legendado

Elenco: Gary Oldman, Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Burke

Sinopse: O filme segue o roteirista Herman J. Mankiewicz e o tumultuado desenvolvimento do roteiro de CIDADÃO KANE, a icônica obra-prima de Orson Welles. Um filme de David Fincher (diretor de Seven, O Curioso Caso de Benjamin Button, House of Cards)



13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Pacarrete

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Allan Deberton | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português

Sinopse: Pacarrete é uma bailarina incomum que vive em Russas, no interior do Ceará. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança, como presente “para o povo”. Mas parece que ninguém se importa.


Foto: Luiz Alves

16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


16h45 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | O Bandido da Luz Vermelha

Entrada: Gratuita | 1h32 | Ficção | 1968 | Classificação Indicativa: 14 anos anos

Segundo o diretor, o filme “é um far-west sobre o terceiro mundo. Isto é, fusão e mixagem de vários gêneros. (...) um filme-soma; um far-west, mas também musical, documentário, policial, comédia (ou chanchada?) e ficção científica”. Rogério Sganzerla, no seu primeiro longa-metragem, traça um panorama geral e atemporal do Brasil através da trajetória de um foragido da polícia em crise de identidade. Welles, Godard, policial noir, chanchada, Jimi Hendrix, história em quadrinhos, terrorismo, miséria, corrupção política e desespero compõem um painel apocalíptico do país.

Ficha Técnica:

Direção, roteiro e seleção musical: Rogério Sganzerla

Fotografia: Peter Overbeck.

Câmera: Carlos Ebert.

Cenografia: Andrea Tonacci.

Montagem: Sylvio Renoldi.

Som: Júlio Perez Caballar, Mara Duvall.

Elenco: Paulo Villaça, Helena Ignez, Sérgio Hingst, Pagano Sobrinho, Sergio Mamberti, Luiz Linhares, Sonia Braga, Ítala Nandi, Renato Consorte, Antonio Lima, Maurice Copovilla, Ozualdo Candeias, Roberto Luna, José Marinho, Carlos Reichenbach, Marie Caroline Whitaker, Renata Souza Dantas, Ezequiel Neves e Lola Brah.


Online


19h [Dentro do Som] “Fases” - JEFFE

Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (www.cineteatrosaoluiz.com.br/dentrodosom)

Classificação: Livre | Duração: 45 minutos

Release: Jeffe transita entre estilos e sonoridades e utiliza-se de seu visual marcante para compor a sua performance. É cantor, compositor e performer e já participa de grandes projetos musicais locais, nacionais e internacionais desde 2015. No ramo das artes cênicas, Jeffe se destaca no Teatro Musical. Em 2016, se apresentou no Lincoln Center (NY), pela Broadway Dreams Foundation, por meio do projeto Broadway Brasil. Além disso, soma dois grandes musicais no currículo: “Avenida Q” (2016), da Deberton Filmes, e “Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro” (2019), com direção de Elísio Lopes Jr. Atualmente, com seu primeiro single lançado com suas influências da MPB, do Pop e da Black Music, se prepara para o lançamento do videoclipe de “Gozo”, ainda previsto para dezembro deste ano.


Foto: Henrique Kardozo

Dia 10/01 (domingo)


Online


18h | Exibição - Cena São Luiz (Episódio 8) | Humor

➜ Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (www.cineteatrosaoluiz.com.br/cenasaoluiz)

Para conversar sobre tudo que envolve uma boa gargalhada, o programa conta com os humoristas Tarcísio Matos e Carri Costa. Jornalista por diploma, humorista por vocação, Tarcísio Matos é uma importante expressão da irreverência cearense. Carri Costa é ator, diretor e produtor de teatro, atuante na cena teatral de Fortaleza há mais de 20 anos e um dos grandes entusiastas do humor cearense.


O episódio também conta com trecho de uma das peças que mais arrancou risadas do público no estado: "Quem Matou Zefinha?" da Trupe Caba de Chegar. O espetáculo conta a tragicomédia de Zefinha e Raimund, recém casados, em busca de uma casa própria.


No bloco Cultura da Praça, a história do jovem violinista Jonas, que descobriu que sua paixão pela música poderia tornar-se também uma forma de tocar a alma dos transeuntes das praças de Fortaleza.


21h [Sons do Ceará] “The Second Sun”, banda Velho John

➜ Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: Formado por Augusto Viana (Vocal), Mairo Felipe (Guitarra e Vocal de Apoio), Marcos Rocha (Guitarra), Tayrone Silvestre (Baixo), Gabriel Freitas (Sintetizador e Vocal de Apoio) e Paulo Igor (Baterista), a banda "Velho John" transita por vertentes que vão desde o pop até o rock alternativo e a psicodelia, apostando em letras existenciais, reflexões sobre o mundo e o cotidiano, tendo o seu “alter-ego” John, como símbolo dessa miscigenação musical e filosófica.


O videoclipe da música "Sentimento Morto" teve captação de imagens de André Moura Lopes e edição de Rafael Felix.


Dia 12/01 (terça)


Online


21h [Sons do Ceará] “Hora de Voltar”, Christian Marcell

➜ Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: "Christian Marcell" é músico e compositor solo. Tem um estilo musical que se baseia em uma mistura de pensamentos e sentimentos em suas músicas e letras.


Dia 14/01 (quinta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Mank

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: David Fincher | Drama | EUA | 2020 | 2h12 | Legendado

Elenco: Gary Oldman, Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Burke

Sinopse: O filme segue o roteirista Herman J. Mankiewicz e o tumultuado desenvolvimento do roteiro de CIDADÃO KANE, a icônica obra-prima de Orson Welles. Um filme de David Fincher (diretor de Seven, O Curioso Caso de Benjamin Button, House of Cards)


17h [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h15 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Nem Tudo é Verdade

Entrada: Gratuita | 1h35 | Documentário/Ficção | 1985 | Classificação Indicativa: 12 anos

Sobre a vinda de Orson Welles ao Brasil em 1942 para filmar It’s All True, projeto que ficou fadado à incompreensão e à sabotagem dos estúdios de Hollywood. Arrigo Barnabé interpreta o diretor de Cidadão Kane, então desfrutando como nunca do status de maior gênio precoce do cinema mundial.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla.

Fotografia: Edson Batista, Victor Diniz, Carlos Ebert, José Medeiros, Edson Santos, Afonso Viana.

Montagem: Severino Dadá e Denise Fontoura.

Direção de arte e figurinos: Raul Williams.

Música: João Gilberto.

Elenco: Arrigo Barnabé, Grande Otelo, Helena Ignez, Nina de Pádua, Mariana de Moraes, Vânia Magalhães, Abrahão Farc, Otávio Terceiro, José Marinho, Geraldo Francisco, Mário Cravo e Nonato Freire.


Online


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Do que se Faz de Conta”, Amanda Pontes e Michelline Helena

➜ Onde: no site do Cineteatro https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/semana-do-audiovisual-cearense e em seu canal no YouTube https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Curta-Metragem | Ficção | Brasil | 2016 | 16’

Direção: Amanda Pontes e Michelline Helena

● Sinopse: Um trecho da vida sofrida de Gilda, uma moça deixada, ainda bebê, dentro de um cinema. Criada pelo projecionista, seu escape está sempre nas telas.


21h [Sons do Ceará] “A Hora é Agora”, Anselmo Sós

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: Anselmo Pereira, nome artístico "Anselmo Sós", natural de Boa Viagem (Ceará), é músico com mais de 20 anos de experiência, sempre representando o cenário do rock nacional no Ceará, com produções autorais e cover. Vocalista, guitarrista e compositor, iniciou sua carreira como líder da banda SÓSRock em 2010, com quem lançou diversos trabalhos autorais. O principal deles foi o EP “Vai Amanhecer” com 5 faixas, lançado em 2019.


Em 2020, iniciou sua carreira solo com o lançamento do EP "Preto e Branco", em parceria com colegas de estrada. Seu estilo está entre Rock Indie e Punk Rock. Um músico independente que trabalha com eventos e shows, tocando o melhor do rock nacional, MPB e da jovem guarda.


Dia 15/01 (sexta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] Era Uma Vez Um Sonho

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Ron Howard | Drama | EUA | 2020 | 1h56 | Legendado

Elenco: Glenn Close, Amy Adams, Freida Pinto

Sinopse: Ex-fuzileiro naval e estudante de Direito, o jovem J.D. Vance (Gabriel Basso) vê seu sonho de conseguir o emprego ideal ser interrompido por uma crise familiar que o obriga a retornar para a cidade onde nasceu e encarar a complexa dinâmica de sua família apalache e a difícil relação com sua mãe (Amy Adams). Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de suas origens em sua vida.


16h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Sem Essa, Aranha

Entrada: Gratuita | 1h36 | Ficção | 1970 | Classificação Indicativa: 14 anos

Sem essa, Aranha é um experimento radical de linguagem e interpretação. O filme reflete, muito singularmente, a situação pela qual o país atravessava no período (1970) num total de aproximadamente quinze planos-sequências.

Direção e roteiro: Rogério Sganzerla

Assistentes de direção: Kleber Santos e Ivan Cardoso.

Produção: Júlio Bressane e Rogério Sganzerla.

Fotografia e câmera: Edson Santos e José Antonio Ventura.

Montagem: Rogério Sganzerla e Júlio Bressane.

Som: Guará Rodrigues.

Elenco: Jorge Loredo, Helena Ignez, Maria Gladys, Luiz Gonzaga, Moreira da Silva e Aparecida.

Companhia produtora: Belair.


Online


19h [Curta São Luiz] Revisitando Zefinha - 30 anos de Trupe “Caba de Chegar”

➜ Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (https://www.cineteatrosaoluiz.com.br)

Classificação: 12 anos

Release: Nesse ano de 2020, a Trupe Caba de Chegar comemora 30 anos em atividade, assim como sua Zefinha, por isso nada mais justo que uma homenagem, revisitando suas histórias, suas memórias e seus atuais e ex-integrantes numa viagem lúdica e divertida, num passeio leve e delicado pelos espaços sagrados do Cineteatro São Luiz.


Uma tragicomédia em que o casal Raimundo e Zefinha tentam comprar a tão sonhada casa própria, mas acabam sucumbindo às dificuldades financeiras.


Foto: Henrique Kardozo

Dia 16/01 (sábado)


Presencial


9h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: a conferir

Artista: Dextape | Música: De maluco pra maluco

Artista: Glauco King | Música: Você não pode me parar


10h [Cinema] O Céu Da Meia-Noite

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: George Clooney | Ficção Científica | EUA | 2020 | 1h58 | Legendado

Elenco: George Clooney, Felicity Jones, Demián Bichir

Sinopse: Este conto pós-apocalíptico acompanha Augustine, um cientista solitário do ártico, que tenta impedir uma equipe de astronautas de retornar para casa e evitar uma misteriosa catástrofe global.


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Copacabana Mon Amour

Entrada: Gratuita | 1h25 | Ficção | 1970 (restaurado 2013) | Classificação Indicativa: 14 anos

Sinopse: Sônia Silk sonha ser cantora da Rádio Nacional e para conseguir sobreviver se entrega a turistas em Copacabana. Seu irmão Vidimar, empregado doméstico do Dr. Grilo apaixona-se pelo patrão. A mãe de Sônia e Vidimar acha que ambos estão possuídos pelo demônio. Sônia, que vê espíritos baixarem em seres e objetos os mais estranhos, resolve procurar o pai de Santo Joãozinho da Goméia.

É um filme brasileiro em CinemaScope, rodado, em boa parte, em favelas do Rio de Janeiro. A trilha sonora original é de Gilberto Gil.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla.

Assistente de direção: Guará Rodrigues.

Produção: Júlio Bressane e Rogério Sganzerla.

Fotografia e câmera: Renato Laclete.

Montagem: Rogério Sganzerla.

Assistente de Montagem: Gilberto Santeiro.

Trilha sonora original: Gilberto Gil.

Elenco: Helena Ignez, Paulo Villaça, Otoniel Serra, Lilian Lemmertz, Joãozinho da Goméia, Laura Gallano e Guará Rodrigues.

Companhia produtora: Belair.


16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


16h45 [Cinema] Pacarrete

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Allan Deberton | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português

Sinopse: Pacarrete é uma bailarina incomum que vive em Russas, no interior do Ceará. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança, como presente “para o povo”. Mas parece que ninguém se importa.


Foto: Luiz Alves

Online


21h [Sons do Ceará] “Quem Tem Medo do João Cabral”, Negra Lú

➜ Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

● Sinopse: A artista "Negra Lú" traz na sua nova track um questionamento peculiar onde criminalidade Vs desenvolvimento social/cultural constitui o cerne desse questionamento. A artista expõe essa questão em suas músicas, como é o caso de "Quem tem Medo do João Cabral", composição baseada em um artigo de uma popular revista de circulação no Cariri.


Dia 17/01 (domingo)


Online



18h [Dentro do Som] Estrada de Sal - Berg Menezes

Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (www.cineteatrosaoluiz.com.br/dentrodosom)

Classificação: Livre | Duração: 50 minutos


O show "Estrada de Sal" é composto com canções dos dois álbuns solo de Berg Menezes: “Pedra”, de 2016 e “Qual é a sua Revolução?”, de 2018. É um show em trânsito, experimentando e permitindo aflorar tudo que foi vivido durante o complexo ano de 2020 e, ao mesmo tempo, abre portas para o novo, questionando o que há por vir, com seu mais novo single: “Depois de toda essa bad”.


Dia 18/01 (segunda)


Online


21h [Sons do Ceará] “Velvet Skies”, Ricardo César

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

O videoclipe de "Velvet Skies" foi produzido pelo próprio compositor, com edição de Fabiana Pinheiro. A música faz parte do álbum autoral "Just Another Day", lançado em abril de 2020.


Dia 20/01 (quarta)


Online


21h [Sons do Ceará] “Acorda Mané”, Rua Mundo

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

Com shows bastante carregados de ação e movimentação de palco, sons recheados de ritmos e com letras que falam de forma irreverente sobre o dia-dia, a banda cearense "Rua Mundo" é formada por Fabrício Oliveira (vocal), Dote Jr (guitarra), Italo Ribeiro (baixo) e Gleison Monteiro (bateria).


O videoclipe da música "Acorda mané" foi registrado pela própria banda durante o período de quarentena.


Dia 21/01 (quinta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Era Uma Vez um Sonho

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Ron Howard | Drama | EUA | 2020 | 1h56 | Legendado

Elenco: Glenn Close, Amy Adams, Freida Pinto

Sinopse: Ex-fuzileiro naval e estudante de Direito, o jovem J.D. Vance (Gabriel Basso) vê seu sonho de conseguir o emprego ideal ser interrompido por uma crise familiar que o obriga a retornar para a cidade onde nasceu e encarar a complexa dinâmica de sua família apalache e a difícil relação com sua mãe (Amy Adams). Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de suas origens em sua vida.


16h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | O Signo do Caos

Entrada: Gratuita | 1h10 | Ficção | 2003 | Classificação Indicativa: 12 anos

Rogério Sganzerla, em O Signo do Caos, seu último filme, prova mais uma vez ser um inovador da linguagem cinematográfica com esta obra de reflexão sobre os percalços da Sétima Arte no Brasil.


Direção, roteiro e produção: Rogério Sganzerla

Fotografia: Marcos Bonisson e Nélio Ferreira.

Montagem: Rogério Sganzerla e Sylvio Renoldi.

Seleção Musical: Rogério Sganzerla e Sinai Sganzerla.

Direção de arte: Sérgio Reis.

Elenco: Otávio Terceiro, Sálvio do Prado, Helena Ignez, Guaracy Rodrigues (Guará), Freddy Ribeiro, Djin Sganzerla, Camila Pitanga, Giovana Gold, Eduardo Cabus, Gilson Moura, Felipe Murray, Vera Magalhães, Anita Terrana e Ruth Mezek.

Companhia produtora: Mercúrio Produções.


Online


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Desencontro Marcado”, Alice Bessa, Duarte Dias, Marcley de Aquino

➜ Onde: no site do Cineteatro https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/semana-do-audiovisual-cearense e em seu canal no YouTube https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Curta-Metragem | Ficção | Brasil | 2013 | 13’25”

Direção: Alice Bessa, Duarte Dias, Marcley de Aquino

Roteiro e Direção de Fotografia: Duarte Dias

Edição: Marcley de Aquino

Elenco: Démick Lopes (Carlos), Castro Segundo (Padre João Miguel), Rogério Mesquita (Inspetor Silvio).

Sinopse: Uma grande amizade separada por vinte anos. Baseado no conto "After Twenty Years", de O. Henry (1862-1910).


Dia 22/01 (sexta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: a conferir

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] O Céu da Meia-Noite

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: George Clooney | Ficção Científica | EUA | 2020 | 1h58 | Legendado

Elenco: George Clooney, Felicity Jones, Demián Bichir

Sinopse: Este conto pós-apocalíptico acompanha Augustine, um cientista solitário do ártico, que tenta impedir uma equipe de astronautas de retornar para casa e evitar uma misteriosa catástrofe global.


16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Gravatas Borboletas | Música: Natural de nós

Artista: Legado de Sofia | Música: Mundo invertido


16h45 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Tudo é Brasil

Entrada: Gratuita | 1h22 | Documentário | 1998 | Classificação Indicativa: 14 anos

Documentário em longa-metragem sobre o período de permanência de Orson Welles no Brasil em 1942 para a realização de It’s All True, projeto logo boicotado pelos estúdios de Hollywood. Nele, fragmentos de imagens que registram Welles no Rio, Salvador e Fortaleza são sobrepostos por gravações em áudio de alguns depoimentos radiofônicos seus e de composições interpretadas por artistas como Carmem Miranda e Herivelto Martins.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla

Montagem: Sylvio Renoldi e Rogério Sganzerla.

Produção executiva: Rojer Garrido.


Online


19h [Curta São Luiz] - Final da Tarde - Grupo Teatro de Caretas

➜ Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (https://www.cineteatrosaoluiz.com.br)

Classificação: 12 anos | Duração: 50 min (checar gravação no São Luiz)

Release: Resultado da pesquisa “A cidade como dramaturgia: uma experiência de atuação na rua”, com orientação de pesquisa e direção do espetáculo de André Carreira, Final da Tarde propõe uma vivência de atuação cênica baseada no detalhe da interpretação, onde proximidade e intimidade entre transeunte e atores são os elementos centrais. Um aspecto importante é que os transeuntes não serão previamente informados da peça. Não há palco nem formalidades de início e fim. A história de uma mãe, seu filho e seu marido no dia a dia da cidade invade uma praça, e Final da Tarde se desenrola no instante cotidiano.


Foto: Sol Coelho

21h [Sons do Ceará] “Manto Antibomba”, Artigo 19

➜ Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

Com suas influências todas voltadas ao rock, a banda cearense "Artigo 19" - formada por Walber Sousa (vocal), Judivan (guitarra), Victor Vaz (Dj), Mario Brother (baixo) e Kleber (bateria) - criou uma roupagem própria e hoje se destaca na cena nacional com um trabalho bem diversificado.


O videoclipe da música "Manto Antibomba" foi realizado e gravado no Cuca Che Guevara.


Dia 23/01 (sábado)


Presencial


9h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Dextape | Música: De maluco pra maluco

Artista: Glauco King | Música: Você não pode me parar


10h [Cinema] Mank

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: David Fincher | Drama | EUA | 2020 | 2h12 | Legendado

Elenco: Gary Oldman, Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Burke

Sinopse: O filme segue o roteirista Herman J. Mankiewicz e o tumultuado desenvolvimento do roteiro de CIDADÃO KANE, a icônica obra-prima de Orson Welles. Um filme de David Fincher (diretor de Seven, O Curioso Caso de Benjamin Button, House of Cards)


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Pacarrete

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Allan Deberton | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português

Sinopse: Pacarrete é uma bailarina incomum que vive em Russas, no interior do Ceará. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança, como presente “para o povo”. Mas parece que ninguém se importa.


16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


16h45 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | O Bandido da Luz Vermelha

Entrada: Gratuita | 1h32 | Ficção | 1968 | Classificação Indicativa: 14 anos anos

Segundo o diretor, o filme “é um far-west sobre o terceiro mundo. Isto é, fusão e mixagem de vários gêneros. (...) um filme-soma; um far-west, mas também musical, documentário, policial, comédia (ou chanchada?) e ficção científica”. Rogério Sganzerla, no seu primeiro longa-metragem, traça um panorama geral e atemporal do Brasil através da trajetória de um foragido da polícia em crise de identidade. Welles, Godard, policial noir, chanchada, Jimi Hendrix, história em quadrinhos, terrorismo, miséria, corrupção política e desespero compõem um painel apocalíptico do país.

Ficha Técnica:

Direção, roteiro e seleção musical: Rogério Sganzerla

Fotografia: Peter Overbeck.

Câmera: Carlos Ebert.

Cenografia: Andrea Tonacci.

Montagem: Sylvio Renoldi.

Som: Júlio Perez Caballar, Mara Duvall.

Elenco: Paulo Villaça, Helena Ignez, Sérgio Hingst, Pagano Sobrinho, Sergio Mamberti, Luiz Linhares, Sonia Braga, Ítala Nandi, Renato Consorte, Antonio Lima, Maurice Copovilla, Ozualdo Candeias, Roberto Luna, José Marinho, Carlos Reichenbach, Marie Caroline Whitaker, Renata Souza Dantas, Ezequiel Neves e Lola Brah.


Online


19h [Dentro do Som] “La Mar” - Lorena Nunes

Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (www.cineteatrosaoluiz.com.br/dentrodosom)

Classificação: Livre

Release: Com a chegada do single e o arrebatador clipe de “Calma” em setembro, anunciando novos ventos sonoros na produção artística cearense, Lorena Nunes agora lança seu novo álbum, o “La Mar”. Marcada de paisagens rítmicas diversas, a obra convida a um passeio gingado com pés na areia e um sopro cadenciado da maresia no pé do ouvido. O novo álbum reúne simbologias importantes do universo místico e pessoal de Lorena, cujo processo de idealização teve início ainda na gravação de seu primeiro álbum “Ouvi dizer que lá faz sol”, em 2014. Começou com o nome, que dá ao mar um pronome feminino. A certeza de que seu próximo trabalho teria esse nome se deu quando Lorena descobriu que “la mar”, em espanhol, era como os pescadores chamavam o mar de forma poética, usada inclusive em cartas do Pero Vaz de Caminha. “Achei aquilo tão bonito! Imediatamente soube que aquele seria o nome. Mesmo que não tivesse uma justificativa, acho que ainda assim usaria no feminino. Porque o mar é fêmea. Assim como meu disco”, conta Lorena.


Tendo a cigania como forte referência de seu trabalho, La Mar marca um lugar novo, um renascimento para a artista. “É um lugar onde eu me percebo com muito mais maturidade e profundidade. Meus processos pessoais, naturalmente se refletiram no artístico. E eu, desde sempre, sou cigana. Meus ancestrais são nômades.Aliás, o de todos nós. Meu pai é homem do mar e eu cresci com um modelo de família que acompanhou esse fluxo. Viajando sempre”, rememora.


La Mar, que traz novas músicas e também singles já celebrados pelo público, como “Bom dia, saudade”, “Tenho um verão” e “Minha praia”, reforça o lugar de compositora de Lorena. “Fazia muito sentido incluir os singles já conhecidos. Depois disso, os arranjos vieram como todos do disco. Foi pensado com uma unidade de identidade. Com a ‘estética La Mar’. E isso significava que seriam arranjados explorando todas as possibilidades da voz, percussão, violão e nossos corpos”, descreve a artista.


Antes de La Mar, foi lançado o álbum “Lorena Nunes Ao Vivo com Banda Quente”, em agosto, reunindo singles gravados ao vivo no Estúdio Magnólia em 2019 e disponível em todas as plataformas digitais. Os singles foram divulgados em uma série de cinco vídeos em seu canal no YouTube, antes da compilação no álbum. As faixas são músicas do primeiro disco e releituras com arranjos da Banda Quente, após anos de circulação nacional e internacional.


Dia 24/01 (domingo)


Online


18h- Exibição Cena São Luiz - 10º Episódio


21h - Sons do Ceará | Patrick Lima e o Multiverso

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

O poeta, músico e compositor "Patrick Lima e o Multiverso" também atua como produtor musical e videomaker, agregando em suas experiências um know-how de mais de muitos anos de produção artística e cultural.


Pedagogo formado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), pós-graduado em Educação Musical pela FTDR e estudante do curso de música da Universidade Federal do Ceará (UFC), o também cantor mistura ritmos de baladas rock-brega-eletrônicas e usa arranjos diferenciados, com loops e efeitos que remetem a uma viagem pelos sentidos.


Dia 26/01 (terça)


Online


21h [Sons do Ceará] “Mirante”, Murmurando CE

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

O grupo Murmurando CE é formado pelos músicos Samuel Rocha (violão 7 cordas), Cleylton Gomes (flauta e flautim) e Lauro Viana (cavaquinho). Seu compositor Samuel Rocha, inspirado em mestres modernos como Arismar do Espírito Santos e Dominguinhos, cria caminhos harmônicos, ritmos e sonoridades contemporâneos, junta ritmos nordestinos como baião, forró, xote com a tradição do choro, sua vivacidade, virtuosidade e sua riqueza de improvisações.


O grupo, ainda com o clarinetista Giltácio Santos - falecido em outubro de 2019 - participou em 2015 do Laboratório Criativo de Música da Escola Porto Iracema das Artes, tendo sido destaque na Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas em 2014/2015, projeto patrocinado pela Petrobras. Abriu o Festival Choro Jazz em Fortaleza e o show do Hermeto Pascoal na primeira edição do mesmo festival em Barra Grande – PI em dezembro de 2015. Em 2016 o quarteto lançou seu primeiro CD, Assovio do Tiê, fez show no FIG – Festival de Inverno de Garanhuns- PE e no Festival Conecta, onde abriu o show do Tom Zé em novembro. Na Mostra Petrúcio Maia de 2017 ficou entre os 6 finalistas, sendo ainda destaque nos festivais de Ibiapaba, Festival Mel choro e Cachaça, Fartura e outros.


Dia 28/01 (quinta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


14h [Cinema] Mank

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 14 anos

Direção: David Fincher | Drama | EUA | 2020 | 2h12 | Legendado

Elenco: Gary Oldman, Amanda Seyfried, Lily Collins, Tom Burke

Sinopse: O filme segue o roteirista Herman J. Mankiewicz e o tumultuado desenvolvimento do roteiro de CIDADÃO KANE, a icônica obra-prima de Orson Welles. Um filme de David Fincher (diretor de Seven, O Curioso Caso de Benjamin Button, House of Cards)


17h [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h15 [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Nem Tudo É Verdade

Entrada: Gratuita | 1h35 | Documentário/Ficção | 1985 | Classificação Indicativa: 12 anos

Sobre a vinda de Orson Welles ao Brasil em 1942 para filmar It’s All True, projeto que ficou fadado à incompreensão e à sabotagem dos estúdios de Hollywood. Arrigo Barnabé interpreta o diretor de Cidadão Kane, então desfrutando como nunca do status de maior gênio precoce do cinema mundial.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla.

Fotografia: Edson Batista, Victor Diniz, Carlos Ebert, José Medeiros, Edson Santos, Afonso Viana.

Montagem: Severino Dadá e Denise Fontoura.

Direção de arte e figurinos: Raul Williams.

Música: João Gilberto.

Elenco: Arrigo Barnabé, Grande Otelo, Helena Ignez, Nina de Pádua, Mariana de Moraes, Vânia Magalhães, Abrahão Farc, Otávio Terceiro, José Marinho, Geraldo Francisco, Mário Cravo e Nonato Freire.


Online


20h [Semana do Audiovisual Cearense] “Joaquim Bralhador”, Márcia Câmara

➜ Onde: no site do Cineteatro https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/semana-do-audiovisual-cearense e em seu canal no YouTube https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Curta-Metragem | Ficção | Brasil | 2014 | 20’

Direção e roteiro: Márcio Câmara

Sinopse: Bralhar - verbo intransitivo; andadura apressada: o passo mais macio e mais difícil para um cavalo.


21h [Sons do Ceará] “Espero por Você”, Banda Rótulo

➜ Onde: no Youtube (https://bit.ly/SaoLuizNoYoutube) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

O videoclipe da música "Espero por Você" ilustra a proposta da banda pop cearense RÓTULO, então formada por Paulo Marcelo (voz, guitarra e violão), Émerson Barbosa (guitarra, violão e back vocal), Domiro Corpi (baixo, e back vocal) e Jason Cliff (bateria, percussão e segunda voz). Com participação da atriz Sara Alves e do ator Matheus Costa de Lima, o trabalho teve direção de fotografia e operação de câmeras de Edson Pessoa, com assistência de Raimundo Mota, Saulo Holanda, Fabrício Veríssimo e César Arlinson; a edição e finalização coube a Edson Pessoa, com roteiro de Jason Cliff.


Dia 29/01 (sexta)


Presencial


13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] Era Uma Vez Um Sonho

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Ron Howard | Drama | EUA | 2020 | 1h56 | Legendado

Elenco: Glenn Close, Amy Adams, Freida Pinto

Sinopse: Ex-fuzileiro naval e estudante de Direito, o jovem J.D. Vance (Gabriel Basso) vê seu sonho de conseguir o emprego ideal ser interrompido por uma crise familiar que o obriga a retornar para a cidade onde nasceu e encarar a complexa dinâmica de sua família apalache e a difícil relação com sua mãe (Amy Adams). Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de suas origens em sua vida.


16h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Nurverse | Música: 1,99

Artista: Colorida | Música: Vai não, vai lá


17h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Sem Essa, Aranha

Entrada: Gratuita | 1h36 | Ficção | 1970 | Classificação Indicativa: 14 anos

Sem essa, Aranha é um experimento radical de linguagem e interpretação. O filme reflete, muito singularmente, a situação pela qual o país atravessava no período (1970) num total de aproximadamente quinze planos-sequências.

Direção e roteiro: Rogério Sganzerla

Assistentes de direção: Kleber Santos e Ivan Cardoso.

Produção: Júlio Bressane e Rogério Sganzerla.

Fotografia e câmera: Edson Santos e José Antonio Ventura.

Montagem: Rogério Sganzerla e Júlio Bressane.

Som: Guará Rodrigues.

Elenco: Jorge Loredo, Helena Ignez, Maria Gladys, Luiz Gonzaga, Moreira da Silva e Aparecida.

Companhia produtora: Belair.


Online


19h [Curta São Luiz] - As Malditas - Rei Leal Coletivo Teatral

➜ Onde: no canal no YouTube do Cineteatro (http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e em seu site (https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/curtamaisteatro)

Classificação: 12 anos | Duração: 50 min (checar gravação no São Luiz)

Release: As Malditas é uma tragicomédia baseada nas relações humanas, que traz à tona uma difícil relação de dependência mútua entre duas irmãs, Rosa e Margarida que a ironia do destino resolveu juntá-las na terceira idade sob o mesmo teto. Margarida, a irmã mais velha, analfabeta, viúva e fanática religiosa se vê na obrigação de cuidar da irmã e da casa. Rosa, professora universitária aposentada, apreciadora de música clássica, teve um acidente vascular cerebral (AVC) e se tornou cadeirante, dependente da irmã. Em comum, elas só têm duas coisas: o mesmo sangue e o mesmo ódio. As duas se obrigaram a dividir um velho casarão por sete anos, onde o tempo e a idade trouxeram à maturidade frustrações, intolerância, incapacidade e quase sempre, uma companhia infernal uma à outra.


Dia 30/01 (sábado)


Presencial

9h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: a conferir

Artista: Dextape | Música: De maluco pra maluco

Artista: Glauco King | Música: Você não pode me parar


10h [Cinema] O Céu da Meia-Noite

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: George Clooney | Ficção Científica | EUA | 2020 | 1h58 | Legendado

Elenco: George Clooney, Felicity Jones, Demián Bichir

Sinopse: Este conto pós-apocalíptico acompanha Augustine, um cientista solitário do ártico, que tenta impedir uma equipe de astronautas de retornar para casa e evitar uma misteriosa catástrofe global.



13h45 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 14 anos

Artista: Fernando Akay | Música: Chego já

Artista: Água de Quartinha | Música: Casa labiríntica


14h [Cinema] Mostra Rogério Sganzerla - 75 anos | Copacabana Mon Amour

Entrada: Gratuita | 1h25 | Ficção | 1970 (restaurado 2013) | Classificação Indicativa: 14 anos

Sônia Silk sonha ser cantora da Rádio Nacional e para conseguir sobreviver se entrega a turistas em Copacabana. Seu irmão Vidimar, empregado doméstico do Dr. Grilo apaixona-se pelo patrão. A mãe de Sônia e Vidimar acha que ambos estão possuídos pelo demônio. Sônia, que vê espíritos baixarem em seres e objetos os mais estranhos, resolve procurar o pai de Santo Joãozinho da Goméia.

É um filme brasileiro em CinemaScope, rodado, em boa parte, em favelas do Rio de Janeiro. A trilha sonora original é de Gilberto Gil.


Direção e roteiro: Rogério Sganzerla.

Assistente de direção: Guará Rodrigues.

Produção: Júlio Bressane e Rogério Sganzerla.

Fotografia e câmera: Renato Laclete.

Montagem: Rogério Sganzerla.

Assistente de Montagem: Gilberto Santeiro.

Trilha sonora original: Gilberto Gil.

Elenco: Helena Ignez, Paulo Villaça, Otoniel Serra, Lilian Lemmertz, Joãozinho da Goméia, Laura Gallano e Guará Rodrigues.

Companhia produtora: Belair.


16h30 [Cinema] Sons do Ceará

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Artista: Selvagens à Procura de Lei | Música: Tarde Livre

Artista: Ensaio Livre | Música: Tudo o que você quer


16h45 [Cinema] Pacarrete

Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Allan Deberton | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português

Sinopse: Pacarrete é uma bailarina incomum que vive em Russas, no interior do Ceará. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança, como presente “para o povo”. Mas parece que ninguém se importa.


Online


21h [Sons do Ceará] “Walking Dead da Vida Real”, David Lima

➜ Onde: no Youtube (https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza) e Instagram (@cineteatrosaoluiz) do Cineteatro

David Lima é músico, cantor e compositor cearense. Participou ativamente da cena musical do estado, mas ficou conhecido por integrar umas das maiores bandas de reggae do Brasil: a Donaleda.Na banda, durante oito anos, teve a oportunidade de gravar discos profissionalmente e firmar parcerias com artistas renomados mundialmente, como Dominguinhos e Cedric Myton (The Congos), além de gravar um DVD no maior festival de reggae do mundo, o Rototom Sunsplash (2016), realizado em Benicassim, Espanha. Em 2018, decidiu seguir em carreira solo, adotando o codinome de Assun (em alusão a música “Assum Preto” de Luiz Gonzaga).


David é CODA (children of death adults) que significa ser filho ouvinte de pais surdos. Desde tenra idade é um ser bilíngue e bicultural, pois pertence a cultura surda e a cultura ouvinte. Há pouco mais de dois anos trabalha como professor de crianças surdas pela prefeitura municipal de Fortaleza, vivência essa que foi decisiva na sua escolha em seguir carreira solo como o primeiro cantor bilíngue do Brasil. Seu objetivo é tornar o seus shows e videoclipes cada vez mais voltados para a comunidade surda, utilizando elementos como intérprete de libras, lyric vídeos e se utilizando da língua brasileira de sinais como forma de aproximação entre a cultura surda e a cultura ouvinte.


O videoclipe Walking Dead da Vida Real tem direção de Assun, produção musical de Ivan Timbó e filmagem e edição de Kleydson Farias.


Dia 31/01 (domingo)


Online


18h- Cena São Luiz Especial - Artes Cênicas - EP 11º


CINETEATRO SÃO LUIZ
Rua Major Facundo, 500 - Centro | Fortaleza - Ceará |  CEP: 60025-100

Bilheteria: (85) 3252.4138
De Terça a Sábado – 10h às 18h30

© 2021 – Cineteatro São Luiz |  Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Ascom Cineteatro São Luiz

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Telegram
  • Whatsapp