Secult e Cineteatro São Luiz celebram Semana do Audiovisual Cearense com exibição de Greta e Currais e lançamento do XIV Edital Ceará de Cinema e Vídeo

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e o Cineteatro São Luiz promovem, pelo quarto ano consecutivo, a Semana do Audiovisual Cearense, programação alusiva ao Dia do Audiovisual Cearense, celebrado no dia 15 de outubro. A data registra a exibição do primeiro filme realizado por um cearense, Adhemar Albuquerque, em 1924. Destaque na programação, o lançamento, no dia 15 de outubro, às 18h, no Cineteatro São Luiz, do XIV Edital Ceará de Cinema e Vídeo, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Secult.

Mais informações sobre o edital no site da Secretaria.

Dia do Audiovisual Cearense

A programação da Semana do Audiovisual Cearense, que acontecerá nos dias 09, 10, 11 e 15 de outubro, contará com a pré-estreia de dois filmes: “Greta”, do diretor Armando Praça, que será exibido no dia 09/10, às 19h, e “Currais”, dos diretores David Aguiar e Sabina Colares, no dia 15/10, às 19h. As duas pré-estreias serão seguidas de debate com a presença dos diretores e convidados.

“Essa quarta edição da Semana do Audiovisual Cearense irá destacar a recente produção audiovisual do estado, representada pelos filmes ‘Greta’ e ‘Currais’ – esse último realizado com apoio da Secult – e pela exibição de videoclipes de artistas cearenses”, destaca Duarte Dias, Programador e Curador do São Luiz, informando ainda, como parte das ações em torno da efeméride, a formalização de uma parceria entre a Secult e a TVC, que passará a veicular em sua grade de programação filmes apoiados pelas políticas públicas do órgão. “Essa parceria entre a Secult e a TVC disponibilizará filmes de curta, média e longa metragem cearenses para todo o estado do Ceará, com possibilidades, inclusive, de alcançar outros estados da Região Nordeste, conforme tratativas em curso”, finaliza Duarte, responsável pela curadoria das obras que serão exibidas na TV.

Pioneiro Adhemar Albuquerque

A data de 15 de outubro de 1924 registra a data em que o pioneiro Adhemar Bezerra de Albuquerque exibiu, no Cine Moderno – célebre cinema que ficava na Praça do Ferreira e era de propriedade de Luiz Severiano Ribeiro – seu filme de estreia, “Temporada Maranhense de Foot-Ball no Ceará”, primeira produção registrada de um cearense.

Nascido em Fortaleza, no dia 19 de julho de 1892, Adhemar Bezerra de Albuquerque iniciou seus estudos no colégio do Anacleto e, posteriormente, com sua mãe, que foi a diretora do primeiro grupo escolar de Fortaleza.

Tendo perdido o pai aos dez anos de idade, foi obrigado a trabalhar para ajudar na manutenção da família. Já nesta idade o seu espírito criador e imaginativo fazia-se mostrar através de esculturas em madeira e pequenas maquetes de navios veleiros.

No esporte foi um dos grandes entusiastas, tendo-se destacado no ciclismo e futebol, na sua juventude, e posteriormente no tênis e no xadrez.

Casou-se em 1915, com Lasthenia Menescal Campos, de cuja união nasceram nove filhos.

Adhemar Albuquerque, além de responsável pelo primeiro filme cearense, foi também um dos pioneiros da fotografia no Ceará, tendo fundado em 1934 a ABA FILM, empresa que marcou época ao registrar os principais eventos sociais e políticos do Estado entre as décadas de 1930 e 1940. Produtor, veio a se notabilizar nacionalmente ao patrocinar o célebre filme que Benjamin Abrahão fez de Lampião e seu bando, na década de 1930.

Aposentando-se em 1948, depois de quarenta anos de trabalho no Bank of London – onde era funcionário -, fixou residência em Belo Horizonte, fundando o Studio Albuquerque. Em 1959 transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde continuou com seu “hobby” preferido, a fotografia, dedicando-se também a pintura que em pouco tempo o absorveu totalmente.

Pai do aclamado fotógrafo cearense Chico Albuquerque, Adhemar faleceu no Rio de Janeiro, no dia 16 de julho de 1975.

Programação da Semana do Audiovisual Cearense no Cineteatro São Luiz

Dia 09/10

19h [CINEMA] SEMANA DO AUDIOVISUAL CEARENSE | GRETA (PRÉ-ESTREIA SEGUIDA DE DEBATE)
Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação indicativa: 18 anos
Direção: Armando Praça | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português
Sinopse: Pedro (Marco Nanini) é um enfermeiro de 70 anos que trabalha em um hospital público de Fortaleza. Sua melhor amiga é Daniela (Denise Weinberg), artista transexual que enfrenta graves problemas de saúde. Quando ela precisa ser internada, mas não encontra leito disponível, Pedro sequestra um paciente recém-chegado, Jean (Démick Lopes), e o abriga em sua casa. Inicialmente, o enfermeiro tem medo do rapaz agressivo, que se esconde da polícia por ter assassinado um homem a facadas. Depois, nasce entre eles uma relação de cumplicidade e afeto.

Após a sessão haverá debate com a presença do diretor e convidados.

Dia 11/10

19h [CINEMA] SEMANA DO AUDIOVISUAL CEARENSE | GRETA
Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação indicativa: 18 anos
Direção: Armando Praça | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português
Sinopse: Pedro (Marco Nanini) é um enfermeiro de 70 anos que trabalha em um hospital público de Fortaleza. Sua melhor amiga é Daniela (Denise Weinberg), artista transexual que enfrenta graves problemas de saúde. Quando ela precisa ser internada, mas não encontra leito disponível, Pedro sequestra um paciente recém-chegado, Jean (Démick Lopes), e o abriga em sua casa. Inicialmente, o enfermeiro tem medo do rapaz agressivo, que se esconde da polícia por ter assassinado um homem a facadas. Depois, nasce entre eles uma relação de cumplicidade e afeto.

Dia 12/10

19h [CINEMA] SEMANA DO AUDIOVISUAL CEARENSE | GRETA
Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada) | Classificação indicativa: 18 anos
Direção: Armando Praça | Drama | Brasil | 2019 | 1h37 | Português
Sinopse: Pedro (Marco Nanini) é um enfermeiro de 70 anos que trabalha em um hospital público de Fortaleza. Sua melhor amiga é Daniela (Denise Weinberg), artista transexual que enfrenta graves problemas de saúde. Quando ela precisa ser internada, mas não encontra leito disponível, Pedro sequestra um paciente recém-chegado, Jean (Démick Lopes), e o abriga em sua casa. Inicialmente, o enfermeiro tem medo do rapaz agressivo, que se esconde da polícia por ter assassinado um homem a facadas. Depois, nasce entre eles uma relação de cumplicidade e afeto.

Dia 15/10

18h – Solenidade de lançamento do XIV Edital Ceará de Cinema e Vídeo

19h [CINEMA] SEMANA DO AUDIOVISUAL CEARENSE | CURRAIS (EXIBIÇÃO SEGUIDA POR DEBATE)
Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre
Direção: Sabina Colares, David Aguiar | Drama, Aventura, Documentário | Brasil | 2019 | 1h30 | Português
Sinopse: Depois de passar anos estudando a respeito dos campos de concentração cearenses que foram responsáveis pelo flagelo de milhares pessoas após a seca de 1932, Rômulo (Rômulo Braga) embarca em uma jornada pelos sertões em busca de respostas sobre alguns mistérios que permanecem no passado.

Após a sessão haverá debate com a presença dos diretores e convidados.