AQUELAS que não estão

- Grupo Manada Teatro 

O espetáculo “Aquelas - Uma dieta para caber no mundo”, da Manada Teatro, circulou no ano de 2019 por todo Brasil, passando pelas principais casas de espetáculos do país dentro do projeto Palco Giratório (Sesc). Em todo esse trânsito, que também é material de investigação do coletivo, o grupo passou por diversos “Teatros – Patrimônios” espalhados Brasil à dentro, observando e sentindo a importância desses espaços para a o fortalecimento cultural do seu povo e na discussão de temas da atualidade. Dentro de tudo que foi sentido e inspirado durante o processo de turnê, passando pelo momento de isolamento social que nos atinge nesse momento, a Manada propõe “Para AQUELAS que não estão mais”, um experimento audiovisual à partir do espetáculo “AQUELAS - Uma dieta para caber no mundo”, que gera uma provocação pertinente acerca do isolamento social e as inúmeras violências domésticas cotidianas decorrentes disso.

 

O experimento ocupará toda área do Cineteatro São Luiz, fragmentando o pensamento e a obra de arte em consonância com ausência do público nesse momento, trazendo à tona o vazio e o silêncio da sociedade diante dos inúmeros casos de violência e feminicídio ocorridos nesse momento, e sempre. Ressignificaremos, assim, não só a obra, mas o fazer artístico e sua práxis dentro da arquitetura do espaço. Desse modo a Manada Teatro vem contribuir com o pensamento de uma sociedade mais justa e livre do pensamento patriarcal e violento. 

 

Frei Tito: vida, paixão e morte

- grupo formosura de teatro 

Escrita entre 1983 e 1985, a peça documenta a trajetória e o ideário de Tito de Alencar Lima (1945 -1974), dominicano cearense, militante contra a ditadura militar no Brasil dos anos 1960 e 1970, preso político torturado e banido de seu país, jovem exilado que na França suicida-se. O texto, uma espécie de reportagem teatral, aborda para além da biografia de Frei Tito fatos marcantes relativos à geração que, no Brasil, encarnou a vanguarda de uma militância revolucionária de esquerda. 

 

Frei Tito: Vida, Paixão e Morte menção honrosa no Concurso Internacional de Obras Teatrais do Terceiro Mundo (UNESCO-Caracas,1987), resulta de pesquisa que envolve a consulta aos livros Batismo de Sangue, de Frei Beto, Fora do Campo, de Raniero La Valle e Um Homem , de Oriana Falaci.

 

FICHA TÉCNICA:

Texto: Ricardo Guilherme

Direção; Graça Freitas

Elenco: Leonardo Costa, William Mendonça e Maria Vitória

Direção Musical: Rami Freitas

Montagem: GRUPO FORMOSURA DE TEATRO

Classificação: 12 anos

 

(desmontagem) Em Casa de Ferreiro o Espeto é de Ferro

- edceu barboza 

Inspirado na vida e na arte do Mestre Raimundo Aniceto, da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, e no saber e fazer de Maria de Lourdes, costureira e bordadeira, o projeto costura uma travessia que conecta memória, ancestralidade, arte popular e cultura, para narrar a sabedoria e grandiosidade de nossos mestres.

Disforia: Isso é tudo que você precisa saber agora

- Coletivo Dama Vermelha

Episódio 1

Episódio 3

Episódio 2

Episódio 4

O PodTeatro é uma versão contemporânea do drama radiofônico, amplamente conhecido como radionovela. A radionovela teve seu período áureo no Brasil entre os anos 40 e 50, e era um entretenimento popular no difusor mais potente de comunicação da época, o rádio; anteriormente, em meados dos anos 30, já eram apresentados os “teatros em casa”, os “radiatros” e esquetes teatrais em emissoras de rádio brasileiras. Com a chegada do cinema e da televisão, as radionovelas perderam um pouco seu espaço, mas com o avanço tecnológico do século XXI, a efervescência da cybercultura e o surgimento de novas mídias, essa linguagem artística vem sendo ressignificada, ganhando outros espaços, contextos e dimensões. 

 

Surge, então, o projeto “Damaflix: Plataforma PodTeatro”, um espaço de investigação/experimentação em criações cênico-auditivas, inspirado no significativo histórico das radionovelas e suas atualizações na contemporaneidade. A série inicial do projeto intitula-se “Disforia”, tendo, a primeira temporada, o subtítulo “isso é tudo que você precisa saber agora”. A série reflete o período de suspensão de atividades artísticas a partir das perspectivas de personagens presentes nos espetáculos do repertório do Coletivo Dama Vermelha; as personagens se encontram, inesperadamente, em um lugar desconhecido, em contextos deslocados de seus espetáculos originários, sendo impelidas à descoberta de onde estão e o que (e por quê?) está acontecendo com elas. Mesmo em período de isolamento, essas personagens são convocadas à atuação sob novas perspectivas, refletindo as inquietações de seus/suas artistas criadores/as e a incessante necessidade de produzir, mesmo que a distância, mesmo que por meio de reinvenções; reinvenções que afloram a descoberta de outras possibilidades e caminhos à criação, às artes.

 

O Boi Estrela

- Grupo Formosura 

“O Boi Estrela” é uma fábula nordestina e o resultado de uma pesquisas realizada pelo grupo Formosura sobre o boi no Ceará: Mateus, capataz de confiança do poderoso Capitão Melancia, recebe a ordem de tomar conta do Boi Estrela na ausência do patrão. Quitéria, mulher do Capitão, faz uma aposta com o marido tentando convencê-lo de que Mateus é mentiroso. Aproveitando-se da ingenuidade de Catirina, mulher de Mateus, Quitéria a induz a comer a língua do pobre boizinho e Mateus, ao tentar saciar o desejo da esposa grávida do décimo terceiro filho do casal, acaba em uma enrascada.

 

O Grupo Formosura de Teatro é oriundo do Grupo Independente de Teatro Amador “GRITA”, que nasceu em 1985 no cenário artístico cearense. Desde sua fundação mantém uma produção sistemática de montagens teatrais com atores e bonecos, assim como uma pesquisa estética que avança no sentido de investigar e experimentar as variadas possibilidades da relação ator/boneco em cena e em diálogo constante com erudito e o popular.

CINETEATRO SÃO LUIZ
Rua Major Facundo, 500 - Centro | Fortaleza - Ceará |  CEP: 60025-100

Bilheteria: (85) 3252.4138
De Terça a Sábado – 10h às 18h30

© 2020 – Cineteatro São Luiz |  Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Ascom Cineteatro São Luiz

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Telegram
  • Whatsapp