top of page

A Mostra "A Cinemateca é Brasileira" ocorre entre os dias 14 e 25/11 - para abrir o Cine Ceará

A mostra A Cinemateca é Brasileira chega a Fortaleza numa parceria entre o Cine Ceará, o Cineteatro São Luiz, o mais antigo cinema de rua aberto no Ceará, que faz parte da Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará, gerido pelo Instituto Dragão do Mar, e a Cinemateca Brasileira, maior acervo de filmes da América do Sul. Em circulação no país, a mostra faz parte do Projeto Viva Cinemateca, que conta com o patrocínio estratégico do Instituto Cultural Vale, com o patrocínio master da Shell, e Itaú Unibanco, como copatrocinador, via Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura. Lançado em junho, o projeto reúne os grandes projetos da Cinemateca voltados à recuperação de importantes acervos, além da modernização de sua sede e infraestrutura técnica. Em Fortaleza a mostra começa no dia 14 de novembro e termina no dia 25 deste mês, na abertura oficial do 33º Cine Ceará. Na ocasião, será exibido um dos filmes mais premiados do cinema brasileiro, o curta-metragem “Ilha das Flores” (1989), de Jorge Furtado, e estará presente a Diretora Geral da Cinemateca Brasileira, Maria Dora Mourão.

Filme: A Hora da Estrela (1985)


Em exibição na Mostra, filmes que perpassam diferentes momentos históricos, propostas estéticas e abordagens temáticas, demonstrando a riqueza do cinema brasileiro ao longo dos mais de 120 anos de história. São eles: São Paulo: a sinfonia da metrópole (Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeny, 1929), que sintetiza sua vocação para o documentário; o mitológico e vanguardista Limite (Mário Peixoto, 1931); Carnaval Atlântida (José Carlos Burle, 1952), com a “dupla do barulho” Grande Otelo e Oscarito; Jeca Tatu (Milton Amaral, 1959), título no qual Amácio Mazzaropi desenvolveu a figura do caipira, seu personagem mais conhecido; a superprodução da Vera Cruz O cangaceiro (Lima Barreto, 1953); Cinco vezes favela (Marcos Farias; Carlos Diegues; Miguel Borges; Joaquim Pedro de Andrade; Leon Hirszmann, 1962); o filme mais conhecido de Glauber Rocha, Deus e o diabo na terra do sol (1964); O Bandido da Luz Vermelha (Rogério Sganzerla, 1968); O pagador de promessas (Anselmo Duarte, 1962), filme produzido por Oswaldo Massaini que conquistou a única Palma de Ouro no Festival de Cannes para o Brasil; À meia-noite levarei sua alma (1964), no qual José Mojica Marins criou seu icônico personagem Zé do Caixão; Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade, cineasta que se afasta das propostas do Cinema Novo para realizar um filme influenciado pelo tropicalismo, baseado na obra clássica de Mário de Andrade; Dona Flor e seus dois maridos (Bruno Barreto, 1979), uma adaptação da obra de Jorge Amado que faz números de bilheteria impressionantes.

Chegando aos anos 1980, dois documentários de grande impacto na década: Cabra marcado para morrer (Eduardo Coutinho, 1984) e Ilha das Flores (Jorge Furtado, 1989); a ficção A Hora da Estrela (Suzana Amaral, 1985), adaptação da obra homônima de Clarice Lispector que revelou o talento de Marcélia Cartaxo, vencedora do prêmio de Melhor Atriz no Festival de Berlim; Central do Brasil (Walter Salles, 1998), uma das obras mais importantes da chamada retomada do cinema brasileiro, nos anos 1990, que venceu o Urso de Ouro e o prêmio de melhor atriz para Fernanda Montenegro no Festival de Berlim de 1998; Cidade de Deus (Fernando Meirelles e Kátia Lund, 2002), vencedor de dezenas de prêmios nacionais e internacionais, indicado ao Oscar em quatro categorias e, até hoje, é o filme brasileiro com maior número de indicações ao prêmio da Academia. E os mais recentes, Bacurau (Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, 2019), prêmio do júri na competição oficial do Festival de Cannes, que mistura crítica social e distopia para contar a história de um povoado nordestino que subitamente some do mapa; e Marte Um (Gabriel Martins, 2023), produzido na periferia de Contagem (MG), para mostrar o cotidiano de uma família negra de baixa renda e o sonho do filho caçula em viajar para Marte. O longa estreou no Festival de Sundance e foi o Melhor Filme, na escolha do público, do Festival de Gramado.

O Festival

O 33º Cine Ceará é uma realização do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual, da Associação Cultural Cine Ceará e da Bucanero Filmes. Tem o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult Ceará), da Universidade Federal do Ceará, via Casa Amarela Eusélio Oliveira, Apoio Cultural da Universidade de Fortaleza (Unifor) e do Canal Brasil, e tem parceria com o Cineteatro São Luiz e o Cinema do Dragão, equipamentos da Secult Ceará, geridos pelo Instituto Dragão do Mar, onde serão realizadas as exibições. Patrocínio Vip: Nacional Gás, Esmaltec e Indaiá. Patrocínio: Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor) e Itaú.

SERVIÇO

33° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema – De 25 de novembro a 1º de dezembro de 2023 em Fortaleza, Ceará. Site: www.cineceara.com. Instagram: @cineceara, Facebook: Festival Cine Ceará.


Programação | Mostra "A Cinemateca é Brasileira"

DIA 14/11 (TERÇA)


14h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | SÃO PAULO: A SINFONIA DA METRÓPOLE

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: Livre | Cinema Mudo

Direção: Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeny | Ano: 1929 | Cromia: P&B | Duração: 90 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (SP)

Sinopse: A cidade de São Paulo no final da década de 20. Urbanismo, moda, esportes,

monumentos públicos, industrialização, fatos históricos, expansão do café, educação, o

burburinho do cotidiano.


16h30 [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | LIMITE

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Mário Peixoto | Ano: 1931 | Cromia: P&B | Duração: 120 min

Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Olga Breno, Taciana Rei, Carmen Santos, Raul Schnoor, Brutu Pedreira, Mário Peixoto,

Edgar Brazil

Sinopse: Duas mulheres e um homem estão à deriva num pequeno barco. Por meio de flashbacks, a história de cada um deles é contada. Enquanto suas narrativas pessoais ganham corpo, a situação dentro do barco se esfacela.


19h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | CARNAVAL ATLÂNTIDA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 10 anos

Direção: José Carlos Burle | Ano: 1952 | Cromia: P&B | Duração: 92 min | Formato de exibição: | DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Oscarito, Grande Otelo, Cyll Farney, Eliana, José Lewgoy, Colé, Renato Restier, Wilson

Grey, Iracema Vitória, Carlos Alberto, Maria Antonieta Pons

Sinopse: Xenofontes, um sisudo professor de mitologia grega, é contratado pelo produtor Cecílio B. de Milho como consultor da adaptação do clássico Helena de Tróia para o cinema. Ao mesmo tempo, dois empregados do estúdio, que trabalham como faxineiros, sonham em transformar o épico grego numa comédia carnavalesca.


DIA 15/11 (QUARTA)


14h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | O CANGACEIRO

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 10 anos

Direção: Lima Barreto | Ano: 1953 | Cromia: P&B | Duração: 94 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Alberto Ruschel, Marisa Prado, Milton R

Sinopse: O bando de cangaceiros do capitão Gaudino semeia o terror pela caatinga nordestina. Num de seus ataques ele rapta a professora Olívia, mas ele e seu braço direito, o valente Teodoro, ficam atraídos pela bonita cativa e a discórdia se instaura no bando.


16h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | O PAGADOR DE PROMESSAS

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: Livre

Direção: Anselmo Duarte | Ano: 1962 | Cromia: P&B | Duração: 96 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (SP) | Elenco: Leonardo Vilar, Glória Menezes, Dionísio Azevedo, Geraldo del Rey, Roberto Ferreira, Norma Bengell

Sinopse: Quando seu burro é atingido por um raio, Zé do Burro faz uma promessa a Santa Bárbara que o leva a uma jornada que irá mudar sua vida completamente.


18h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | BACURAU

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles | Ano: 2019 | Cromia: Colorido | Duração: 133 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: DCP | Local: Brasil, França

Elenco: Sonia Braga, Udo Kier, Bárbara Colen, Thomás Aquino, Silvero Pereira, Wilson Rabelo, Carlos Francisco, Karine Teles

Sinopse: Num futuro próximo, o povoado de Bacurau some misteriosamente do mapa. Depois de uma série de assassinatos inexplicáveis, os moradores da cidade tentam reagir. Mas como se defender de um inimigo desconhecido e implacável?


DIA 16/11 (QUINTA)


16h30 [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | JECA TATU

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Milton Amaral | Ano: 1959 | Cromia: P&B | Duração: 90 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (SP)

Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Nicolau Guzzardi, Nena Viana, Marlene

França, Francisco de Souza, Miriam Rony

Sinopse: Jeca Tatu, um homem simples e preguiçoso, encontra um aliado inesperado quando suas terras são ameaçadas pelo seu vizinho, o ambicioso agricultor Giovanni.


19h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | À MEIA-NOITE LEVAREI SUA ALMA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: José Mojica Marins | Ano: 1964 | Cromia: P&B | Duração: 81 min | Formato de exibição: | DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (SP)

Elenco: José Mojica Marins, Laercio Laurelli, Magda Mei, Nivaldo de Lima, Valéria Vasquez,

Ilídio Martins, Arildo Iruam, Eucaris de Morais, Genê Carvalho, Vânia Rangel

Sinopse: O cruel e sádico coveiro Zé do Caixão é obcecado por gerar o filho perfeito, que possa

lhe dar a continuidade de seu sangue. Sua esposa não pode engravidar e ele acredita que a

namorada de seu amigo seja a mulher que procura.


DIA 17/11 (SEXTA)


14h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | O BANDIDO DA LUZ VERMELHA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Rogério Sganzerla | Ano: 1968 | Cromia: P&B | Duração: 92 min | Formato de exibição: | DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (SP)

Elenco: Paulo Villaça, Luiz Linhares, Helena Ignez, Pagano Sobrinho, Roberto Luna, José

Marinho, Ezequiel Neves, Sérgio Mamberti, Renato Consorte

Sinopse: Um marginal paulista coloca a população em polvorosa e desafia a polícia ao cometer crimes requintados, ao mesmo tempo em que se apaixona pela provocante Janete Jane, famosa em toda a Boca do Lixo.


16h30 [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | MACUNAÍMA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Joaquim Pedro de Andrade | Ano: 1969 | Cromia: Colorido | Duração: 108 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Grande Otelo, Paulo José, Jardel Filho, Milton Gonçalves, Dina Sfat, Rodolfo Arena,

Joana Fomm, Maria do Rosário

Sinopse: Macunaíma, o “herói sem nenhum caráter”, vive diversas aventuras acompanhado de seus irmãos, se apaixonando e enfrentando vilões em seu caminho zombeteiro.


DIA 18/11 (SÁBADO)


10h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | A HORA DA ESTRELA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Suzana Amaral | Ano: 1985 | Cromia: Colorido | Duração: 96 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Marcelia Cartaxo, José Dumont, Tamara Taxman

Sinopse: Macabéa (Marcélia Cartaxo) é uma imigrante nordestina, que vive em São Paulo. Ela trabalha como datilógrafa em uma pequena firma e vive em uma pensão miserável, onde divide o quarto com outras três mulheres. Macabéa não tem ambições, apesar de sentir desejo e querer ter um namorado. Um dia ela conhece Olímpico (José Dumont), um operário metalúrgico com quem inicia namoro. Só que Glória (Tamara Taxman), colega de trabalho de Macabéa, tem outros planos após se consultar com uma cartomante (Fernanda Montenegro).


13h30 [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: Livre

Direção: Glauber Rocha | Ano: 1964 | Cromia: P&B | Duração: 118 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ/BA)

Elenco: Geraldo del Rey, Yoná Magalhães, Othon Bastos, Maurício do Valle, Lídio Silva, Sônia

dos Humildes, Marrom, Antônio Pinto, João Gama, Milton Roda

Sinopse: O vaqueiro Manuel mata seu chefe em uma disputa por partilha de gado. Enquanto

fogem dos jagunços, ele e sua esposa, Rosa, encontram o beato Sebastião, que prega um

catolicismo místico, Corisco, o diabo loiro, e Antônio das Mortes, um matador de aluguel a

serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região.


17h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Bruno Barreto | Ano: 1976 | Cromia: Colorido | Duração: 118 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Sônia Braga, José Wilker, Mauro Mendonça, Nelson Xavier, Nelson Dantas, Rui Resende, Mário Gusmão, Haydil Linhares, Nilda Spencer, Arthur Costa Filho

Sinopse: Inconsolada pela morte repentina de seu divertido marido Vadinho e entediada com

a estabilidade que seu novo esposo Teodoro oferece, Dona Flor chama tanto por Vadinho que

ele aparece nu em sua cama. Agora, ela tem que decidir com qual marido quer ficar.


DIA 20/11 (SEGUNDA)


14h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | CINCO VEZES FAVELA

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 12 anos

Direção: Marcos Farias, Carlos Diegues, Miguel Borges, Joaquim Pedro de Andrade, Leon

Hirszman | Ano: 1962 | Cromia: P&B | Duração: 99 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Flávio Migliaccio, Waldir Onofre, Oduvaldo Viana Filho, Sadi Cabral

Sinopse: Cinco histórias sobre as possibilidades do desenvolvimento da consciência política na

favela do Brasil dos anos 60.


16h30 [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | CIDADE DE DEUS

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Fernando Meirelles, Kátia Lund | Ano: 2002 | Cromia: Cor | Duração: 130 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Alexandre Rodrigues, Douglas Silva, Alice Braga, Michel Gomes, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele, Seu Jorge, Renato de Souza, Roberta Rodrigues, Babu Santana

Sinopse: O crescimento do conjunto habitacional de Cidade de Deus entre o fim dos anos 60 e o começo dos anos 80, pelo olhar de dois jovens da comunidade: Buscapé, que sonha em ser fotógrafo, e Dadinho, que se torna um dos maiores traficantes do Rio de Janeiro. Quando estoura a guerra na comunidade, Buscapé registra a violência com sua primeira câmera profissional.


19h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | MARTE UM

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Gabriel Martins | Ano: 2022 | Cromia: Cor | Duração 115 min | Formato de exibição: DCP/digital | País: Brasil (MG)

Elenco Principal: Cícero Lucas, Carlos Francisco, Camilla Damião.

Sinopse: A família Martins vive tranquilamente nas margens de uma grande cidade brasileira após a decepcionante posse de um presidente extremista de extrema-direita. Sendo uma família negra de classe média baixa, eles sentem a tensão de sua nova realidade. Tércia, a mãe, reinterpreta seu mundo depois que um encontro inesperado a deixa se perguntando se ela é amaldiçoada. Seu marido, Wellington, coloca todas as suas esperanças na carreira de seu filho, Deivinho, que por pressão e querendo agradar o pai, segue as ambições dele, apesar de secretamente aspirar estudar astrofísica e colonizar Marte. Enquanto isso, a filha mais velha, Eunice, se apaixona por uma jovem de espírito livre e questiona se é hora de sair de casa.


DIA 21/11 (TERÇA)


16h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | CABRA MARCADO PARA MORRER

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 16 anos

Direção: Eduardo Coutinho | Ano: 1984 | Cromia: Colorido/P&B | Duração: 119 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Eduardo Coutinho, Elizabete Altino Teixeira, João Virgílio Silva, José Daniel do

Nascimento, João José do Nascimento, Cícero Anastácio da Silva, Braz Francisco da Silva,

Severino Coutinho

Sinopse: As filmagens sobre a vida do líder da Liga Camponesa de Sapé (PB), João Pedro

Teixeira, assassinado em 1962, são interrompidas pelo golpe militar em 1964. Dezessete anos

depois, o diretor Eduardo Coutinho retoma o projeto, e as personagens do filme interrompido

se tornam protagonistas.


19h [CINEMA] MOSTRA ”A CINEMATECA É BRASILEIRA” / 33º Cine Ceará | CENTRAL DO BRASIL

Entrada: Gratuita | Classificação Indicativa: 10 anos

Direção: Walter Salles | Ano: 1998 | Cromia: Cor | Duração: 112 min | Formato de exibição: DCP/digital | Formato original: 35mm | País: Brasil (RJ)

Elenco: Fernanda Montenegro, Vinícius de Oliveira, Marília Pêra, Othon Bastos, Matheus Nachtergaele, Caio Junqueira, Otávio Augusto, Stella Freitas, Soia Lira, Harildo Deda, Berto Filho

Sinopse: Dora escreve cartas para os analfabetos na estação de trens Central do Brasil, no Rio de Janeiro por uma pequena quantia. A inesperada morte de uma de suas clientes sela o encontro de Dora e o menino Josué, que terão seus destinos entrelaçados numa viagem por um Brasil despojado e duro.


DIA 25/11 (SÁBADO)


19h45 [CINEMA] ABERTURA DO 33º CINE CEARÁ / MOSTRA “A CINEMATECA É BRASILEIRA” | ILHA DAS FLORES

Entrada: GRATUITA | Classificação Indicativa: 10 anos

Brasil (RS), 1989, 13 min, cor | Direção: Jorge Furtado | Elenco: Paulo José, Ciça Reckziegel, Douglas Trainini, Júlia Barth, Igor Costa, Irene Schmidt, Gosei Kitajima, Takehiro

Suzuki, Luciane Azevedo

Sinopse: Um tomate é plantado, colhido, transportado e colocado à venda num supermercado, mas apodrece e acaba no lixo. Acaba? Não. Ilha das Flores segue-o até seu verdadeiro final, entre animais, lixo, mulheres e crianças. E então fica clara a diferença que existe entre tomates, porcos e seres humanos.


bottom of page