por henrique kardozo

Uma História de Luta
(Maria da Paz)

Eu vou contar a história
Da minha terra querida
Vou pegar de cabo a rabo
Deixar toda resumida
É uma longa história
Ficou em minha memória
Faz parte da nossa vida

É uma longa história
E vale a pena contar
Detalhe ponto por ponto
E por escrito deixar
Isso me chama a atenção
Tomei essa decisão
Esta história escriturar

 

Esta terra que eu falo
É o Maceió querido
Por ser muito valioso
Sempre foi bem perseguido
Pelos ricos invejosos
Por serem gananciosos
Fere e não vê o ferido

 

Os registros de “Casa de Mani” datam junho de 2018, foram feitos no Assentamento Maceió, comunidade fundada a partir da luta pela terra e reconhecida em 1986. Localizada a 157 km da capital cearense, Maceió está no Litoral Oeste e pertence ao distrito de Marinheiros, em Itapipoca.  Esta exposição é um recorte do ensaio feito para o projeto “Mapadoc - Cartografias de Culturas Cearenses”, que sentou breves residências em seis comunidades de pesca artesanal e agricultura tradicionais: Tatajuba, Caetanos de Cima, Assentamento Maceió, Flecheiras, Povo Tremembé de Almofala e da Barra do Mundaú. O projeto contou com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult CE).

Casa de Mani

Mani

Oca

Mandioca

Maceio - Henrique (35 of 64).jpg
Maceio - Henrique (36 of 64).jpg
Maceio - Henrique (37 of 64).jpg

O processo da “Farinhada” começa bem cedo, às 3h da manhã, envolve diversas famílias e compreende diversas etapas, sendo finalizado com o compartilhamento do alimento entre as famílias participantes.

Maceio - Henrique (54 of 64).jpg

A Farinha 

é resistência

é tradição

é cultivo

é coletividade

1/3

Nesta exposição trabalho a fotografia ligada à imagem natural.  Me intriga a força bruta que contrasta com a paciência e a delicadeza empenhada durante todo o processo.

– Henrique Kardozo

IMG_7995.JPG

Henrique Kardozo se descobriu fotógrafo há 14 anos, da curiosidade ao desejo de registrar instantes, detalhes, emoções e movimentos. De acordo com Henrique, fotografia é registro de vida, é afeto. Com vasto currículo em trabalhos como fotógrafo, já atuou como fotojornalista em pautas para o "El País" e "Revista Continente", sendo expressiva sua atuação em áreas de Direção de Fotografia e fotografia em trabalhos culturais, como Festival Conexões Latinas, MapaDoc-Ce, Festival Concreto, Festival das Artes Cênicas e Bienal de Dança..

CINETEATRO SÃO LUIZ
Rua Major Facundo, 500 - Centro | Fortaleza - Ceará |  CEP: 60025-100

Bilheteria: (85) 3252.4138
De Terça a Sábado – 10h às 18h30

© 2020 – Cineteatro São Luiz |  Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Ascom Cineteatro São Luiz

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Telegram
  • Whatsapp