CSL - EXPOSICOES_b.png
Exponozi.png
por THIAGO NOZI

Agosto é o mês em que se comemora o “Dia da Cultura Popular”, para celebrar a data o Cineteatro São Luiz pensou em uma programação especial na faixa “exposições”, que tem início com “Mestres & Contos - Cultura Popular como Linguagem Transversal entre os povos”, do fotógrafo paraibano Thiago Nozi.

Ao longo dos últimos anos, Nozi vem desenvolvendo parte de sua produção fotográfica junto aos Mestres da Cultura, tendo feito registros de diversas manifestações artísticas e culturais tradicionais entre o Ceará e a Paraíba. Em “Mestres & Contos”, Nozi retratar as emoções e expressões, a força da ancestralidade e o poder da sabedoria. A exposição, pra ele, carrega o sentido de cada uma existir, para além do registro mas tendo em vista o resgate da vivência.

“Acredito que os Mestres da Cultura sejam a ponte, entre o novo e o velho, entre o saber e o ser, entre o passado e o futuro. Acredito que sem eles a história não seria história, não seria algo imortal”, afirma o fotógrafo.

Sorriso corredor.jpg
46028482952_5c1aa757ae_o.jpg
49215755153_c2907cb4e0_o.jpg
49216293066_e05fb0faf4_o.jpg
38897336491_2bacedba4c_o.jpg
01.jpg
32236242468_d78da0b639_o.jpg
44261683120_ea5b1f1959_o.jpg
45354233834_5d5670bebe_o.jpg
49179407408_182d94e902_o.jpg
49179920971_76d055f2cf_o.jpg
49179434223_b22edd18f1_o.jpg

1/15
49234341711_7aa89bffd3_o.jpg
49234422266_16a7383890_o.jpg
49204684746_1631416360_o.jpg
Sorrir.jpg
49234550917_6fe2193c0d_o.jpg
49204198163_ef086f467c_o.jpg
49234309736_7d5bb33126_o.jpg
Reconhecimento do saber.jpg
45196120995_54a365b4fe_o.jpg
32206689848_bed602f82a_o.jpg
32206691218_364ff906b3_o.jpg
45353766584_216e93c034_o.jpg
49216083106_7cde9277b1_o.jpg
49216099881_d607df126c_o.jpg
49216097661_f49919bbc6_o.jpg
49216332822_5e8e240298_o.jpg
45166202605_8bd3d46be6_o.jpg
Mãos do saber.jpg.jpg.jpg
Mãos do saber.jpg
49216373682_c86cdfacd5_o.jpg
Caboclo_de_lança.jpg

oi, prazer, sou fotografia. sou pedaço de vida, espaço tempo, templo do que já foi um dia, um momento. 

sou pessoas, objetos, alma do que foi concreto, uma mistura de linguagens, sons, cheiros, dialetos. sou lembranças, sou esperança, expectativa... sou também a materialização da saudade. 

 

sou o abraço que não foi dado, sou um fato pausado, preso em um presente estático, fadado a viver no futuro mostrando o que já foi passado. 

 

de mão em mão, ou em um quadro na parede da sala, quem sabe num muro, não preciso falar nada, mas grito pra quem me olhar, aquilo que sou, 

 

o que fui, e serei sempre pra sempre, o que alguém desejar. 

 

sou o espelho invertido da vida, sou a juventude diante da velhice e, ao mesmo tempo, a velhice diante do mundo novo, sou fonte de lágrimas, reflexo dos olhos nos olhos de quem em mim habita. prazer, eu sou fotografia. 

(Thiago Nozi)

79696029_2597689563650281_63824841467567

Thiago Nozi. Descobriu-se fotógrafo em 2011 quando decidiu fazer da fotografia uma forma de expressão própria e sensível de ver o mundo, tem profunda realização em trabalhos artísticos e um vasto portfólio em coberturas de festivais culturais em diversas regiões do país, incluindo o “Encontro de Mestres do Mundo”, evento promovido pela Secult Ceará nos anos de 2017, 2018 e 2019.